12:02 21 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    530
    Nos siga no

    Buracos negros são uns dos fenômenos mais enigmáticos que existem no Universo. São objetos no cosmo onde todo o nosso conhecimento da física se desfaz completamente.

    Apesar de todas as aparentes impossibilidades, os buracos negros existem. Mas, e se estes monstros gravitacionais não forem buracos negros, e, sim, uma espécie de "novelos cósmicos" emaranhados e vibrantes.

    A recente pesquisa sugere que esse pode ser o caso, e que em futuras observações talvez possamos observar "novelos cósmicos", que têm tudo a ver com a teoria das cordas.

    Em uma recente revisão de estudos conduzida por Daniel Mayerson e publicada no portal rXiv são coletadas várias pesquisas realizadas sobre a teoria das cordas e sua relação com os buracos negros.

    De acordo com os pesquisadores focados nesta teoria, o nosso Universo não é constituído por partículas, mas, sim, por cordas pequenas que se entrelaçam, formando tudo aquilo que conhecemos.

    Representação artística mostra o entorno do buraco negro supermassivo no coração da galáxia ativa NGC 3783 na constelação sul de Centauro
    Impressão artística sobre o entorno do buraco negro supermassivo na galáxia NGC 3783
    Segundo a teoria das cordas, os buracos negros são pontos no espaço em que as cordas perderam a sua "harmonia", por isso elas se dobram, se amarram e se enrolam de forma caótica.

    Por conseguinte, são criados objetos semelhantes a um novelo de lã mal enrolado ou a uma "bola de pelo" como se refere Mayerson.

    Por isso, as leis que regulam as atividades das cordas são cortadas, o que, por sua vez, cria as singularidades que vemos nos buracos negros.

    Embora a ideia pode fazer sentido, esta questão ainda não foi testada na prática, além de não estar totalmente completa na teoria. Assim, pelo menos por agora, há mais dúvidas sobre a existência destas "bolas de pelo" do que há sobre a existência de buracos negros, aponta portal Tekcrispy. 

    De qualquer forma, será necessário que a ciência siga o seu passo para poder finalmente desvendar os segredos por trás destes fenômenos espaciais únicos.

    Mais:

    Qual a velocidade de rotação do buraco negro no centro de nossa galáxia?
    'Retrato de família' mais detalhado dos buracos negros até hoje é divulgado por astrônomos (VÍDEO)
    Hubble captura jogo de luz e sombras de seu disco rodeando um buraco negro (FOTO)
    Tags:
    astronomia, fenômeno astronômico, Universo, buraco negro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar