00:14 07 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 51
    Nos siga no

    Telescópio Espacial Hubble, da NASA, capturou a nuvem de gás envolvendo uma estrela moribunda desvanecendo com velocidade incrível.

    Astrônomos da agência espacial norte-americana NASA revelaram a visão extremamente rara de uma nuvem de gás ocultando uma estrela moribunda. A Nebulosa Hen 3-1357, conhecida como Nebulosa de Arraia, desapareceu espetacularmente rápido nos últimos 20 anos, segundo comunicado de imprensa da NASA.

    A comparação de fotos tiradas pelo telescópio espacial em 2016 e em 1996 confirmou que a nebulosa se extinguiu significativamente. Esta velocidade de mudança de nebulosa é extremamente rara, afirmam os cientistas.

    Tentáculos turquesas translúcidos e filamentos de gás perto do centro da nebulosa quase desapareceram. Bordas em forma de ondas também desvaneceram.

    Os cientistas têm a possibilidade de ver a evolução de uma estrela em tempo real, segundo Martín A. Guerrero, do Instituto de Astrofísica de Andaluzia, Espanha.

    "Isso é muito, muito dramático e muito estranho", comentou Guerrero. "O que estamos testemunhando é a evolução de nebulosa em tempo real. Em um intervalo de anos vimos alterações na nebulosa. Não vimos isso antes com a claridade que temos com esta visão."

    Astrônomos da NASA sugerem que alterações em luz emitida pelo nitrogênio, hidrogênio e oxigênio brilhantes, que foram espalhados pela estrela moribunda no centro da nebulosa, são a razão das mudanças significativas vistas nas imagens do Hubble.

    Em particular, as emissões de oxigênio diminuíram quase 1.000 vezes entre 1996 e 2016.

    "Mudanças em nebulosas foram vistas antes, mas o que temos aqui são mudanças na estrutura fundamental da nebulosa", explicou Bruce Balick, da Universidade de Washington, EUA, chefe de pesquisa.

    Segundo a maioria dos estudos, as nebulosas normalmente ficam maiores. A Nebulosa de Arraia está alterando sua forma e tornando-se mais fraca muito rápido, de acordo com Balick.

    Embora muitas observações feitas da Terra de outras nebulosas planetárias revelassem evolução de brilho, essas suposições foram confirmadas apenas agora.

    A equipe de pesquisadores pode apenas supor sobre o futuro da nebulosa. Com velocidade atual de desvanecimento, a Nebulosa de Arraia será quase indetectável em 20 ou 30 anos, segundo cientistas.

    Mais:

    Mistério de galáxia desprovida de matéria escura é revelado
    Astrônomos mapeiam 1 milhão de galáxias previamente desconhecidas (VÍDEO)
    Nasce uma estrela: FOTO da Nebulosa Carina mostra incrível formação de estrelas
    Hubble captura FOTO de galáxia espiral que parece 'pão de canela' cósmico
    Tags:
    estrelas, astronomia, nebulosa, NASA, telescópio, Hubble
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar