21:43 11 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    6340
    Nos siga no

    O 2020 SO se aproximou a uma distância de apenas 50.000 quilômetros da Terra, uma "minilua", que não se crê ser asteroide, pois voa a uma velocidade muito mais lenta do que esses objetos espaciais.

    Um objeto espacial desconhecido passou perto da Terra na terça-feira (1º), apesar de os cientistas ainda não saberem o que é.

    O corpo celeste, chamado 2020 SO, tem um diâmetro entre cinco a dez metros, e se aproximou da Terra em uma distância de até 50.000 quilômetros, cerca de um oitavo da distância entre nosso planeta e a Lua.

    A minilua foi descoberta originalmente em 17 de setembro, mas não há consenso entre cientistas sobre o que o objeto é, apenas duvidando que seja um asteroide, os quais tipicamente voam a velocidades entre 11 km/s e 72 km/s. Em comparação, o 2020 SO se desloca a uma velocidade de 0,6 km/s.

    Estudiosos da comunidade científica creem que se trata de um objeto criado por humanos.

    "Não temos certeza de que seja um asteroide (isto é, um corpo natural), pois poderia ser o propulsor de foguetes da missão Surveyor 2 da NASA, datada de 1966", disse o Projeto Telescópio Virtual.

    Trata-se da terceira minilua conhecida desde que os registos começaram, embora muitas outras possam ter existido ao longo da história da Terra. É esperado que o "satélite" volte a se aproximar da Terra em março.

    Mais:

    Corpo celeste perde status e é reclassificado após descoberta de atividade incomum (FOTO)
    Terra pode ganhar nova lua: astrônomos detectam satélite natural em órbita (VÍDEO)
    Bola de fogo no deserto na Austrália pode ter sido 'minilua', segundo cientistas
    Tags:
    NASA, Terra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar