13:09 18 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    132
    Nos siga no

    Marte é o planeta mais estudado depois da Terra, mas ocasionalmente os astrofísicos descobrem algo novo. Nova pesquisa pode ajudar a responder se Marte já hospedou vida.

    Um novo estudo conduzido por cientistas de universidades norte-americanas revelou que uma inundação de proporções inimagináveis ​​atingiu Marte há cerca de quatro bilhões de anos. Os pesquisadores chegaram a esta conclusão após examinar dados do rover Curiosity, que tem estudado a superfície do Planeta Vermelho desde 2012. Os resultados das análises foram publicados recentemente na revista científica Scientific Reports.

    "Nós identificamos superinundações pela primeira vez usando dados sedimentológicos detalhados observados pelo Curiosity […]. Os depósitos deixados pelas superinundações não tinham sido identificados anteriormente com os dados do rover", afirmou em comunicado Alberto G. Fairén, coautor do estudo.

    O rover Curiosity estudou especificamente a cratera Gale e suas camadas sedimentares. O exame das características geológicas é uma maneira de viajar no tempo e ver como a água, o vento e outras coisas afetaram o planeta.

    O nascer do sol sobre a Cratera Gale em Marte pela imagem da sonda Curiosity da NASA
    © Foto / NASA / JPL-Caltech
    O nascer do sol sobre a Cratera Gale em Marte pela imagem da sonda Curiosity da NASA

    O robô notou feições em forma de onda gigante na cratera. De acordo com o estudo, essas ondas gigantes são um sinal de que enormes inundações uma vez varreram a cratera Gale, no equador de Marte. Os pesquisadores afirmam que a causa mais provável da inundação gigantesca foi o calor gerado por um meteorito que atingiu o planeta.

    O estudo sugere que em seus primeiros dias, o Planeta Vermelho tinha condições de suportar a presença de água líquida na superfície. "No início Marte era um planeta habitável. Era habitado? Essa é uma pergunta que o próximo rover, Perseverance, ajudará a responder", comentou Fairén.

    O rover Perseverance foi lançado em julho deste ano e deve chegar ao Planeta Vermelho em fevereiro de 2021. Os astrônomos esperam que o robô aprenda sobre os processos climáticos que transformaram Marte em um planeta inabitável, a composição de sua superfície e se o Planeta Vermelho já hospedou vida.

    Mais:

    Motor nuclear projetado para NASA poderá transportar humanos para Marte em apenas 3 meses
    SpaceX declara que colônia em Marte não vai seguir leis da Terra
    Astronautas poderiam hibernar por 7 meses durante viagem a Marte
    Como a água desapareceu de Marte? Cientistas lançam teoria
    Tags:
    Curiosity Mars, Curiosity, inundações, inundação, Terra, Marte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar