20:50 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 130
    Nos siga no

    O mineral azul brilhante foi achado na paisagem vulcânica da península de Kamchatka, na Rússia. Cientistas acreditam que mineral poderá ser utilizado em baterias recarregáveis de última geração.

    O mineral azul brilhante foi achado na paisagem vulcânica da península de Kamchatka, na Rússia. Cientistas acreditam que mineral poderá ser utilizado em baterias recarregáveis de última geração.

    Pesquisadores da Universidade de São Petersburgo, Rússia, encontraram um novo mineral: petrovita. O relato da descoberta da substância cristalizada que possui um azul brilhante foi publicado na revista científica Mineralogical Magazine.

    O mineral foi encontrado no extremo leste da Rússia, no topo do vulcão Tolbachik na península de Kamchatka. Petrovita teria se formado após grandes erupções entre 1970 e 2010.

    ​Cientistas descobrem um lindo novo mineral azul, petrovita

    "Este território é único em sua diversidade mineralógica. Nos últimos anos, pesquisadores descobriram dezenas de novos minerais aqui, muitos dos quais são únicos no mundo", afirmou na terça-feira (17) em comunicado a Universidade de São Petersburgo.

    Minerais consistem em átomos de oxigênio, enxofre de sódio e cobre, que formam uma estrutura porosa. A petrovita é particularmente interessante porque possui uma composição e uma estrutura incomum. 

    "O átomo de cobre na estrutura cristalina da petrovita tem uma coordenação incomum e muito rara de sete átomos de oxigênio. Essa coordenação é característica de apenas alguns compostos", explica Stanislav Filatov, principal autor do estudo.

    Devido a essa composição, e se os cientistas conseguirem replicar essa estrutura no laboratório, a equipe acredita que a descoberta pode levar a aplicações importantes na ciência de materiais, potencialmente possibilitando novas formas de desenvolver cátodos para uso em baterias e dispositivos elétricos.

    "Atualmente, o maior problema para esse uso é a pequena quantidade de um metal de transição, o cobre, na estrutura cristalina do mineral. Isso pode ser resolvido sintetizando um composto com a mesma estrutura da petrovita em laboratório", comenta Filatov.

    O mineral recebeu o nome de petrovita como uma homenagem a um famoso cristalógrafo da Universidade de São Petersburgo, Tomas Petrov.

    Mais:

    Químicos russos descobrem novo tratamento para o câncer durante pesquisa da COVID-19
    Cientistas descobrem novo mineral da Lua que pode explicar o que acontece no manto da Terra (FOTO)
    Cientistas descobrem tecido no olho humano que parece ser resistente ao novo coronavírus
    Segredo do brilho natural de mineral raro é revelado na Finlândia
    Tags:
    energia, Rússia, mineral, bateria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar