17:24 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 120
    Nos siga no

    Uma equipe egípcio-russa que trabalha no sítio arqueológico de Deir Al-Banat, na cidade de Fayoum, descobriu um tesouro composto por 28 dinares de ouro e cinco moedas pequenas.

    As moedas foram encontradas embrulhadas em um pano de linho amarrado a um selo de argila com símbolos indistintos.

    Osama Talaat, chefe do setor de Antiguidades Islâmicas, Coptas e Judaicas do Conselho Supremo de Antiguidades, descreveu a recente descoberta como a mais importante na área, tendo em conta que esta é a primeira expedição egípcio-russa na parte norte da referida área arqueológica.

    Neste local anteriormente foram desenterradas várias múmias que remontam à era greco-romana. Isto reflete que a área foi usada durante diferentes períodos históricos entre o grego, romano, copta e o período islâmico.

    O rolo de moedas era composto por 16 dinares da era do califa abássida Al-Muqtadir Billah, que governou entre 908 e 932 d.C., além de cinco moedas menores do mesmo; 10 dinares da era do califa Al-Radi Billah da mesma dinastia, que governou entre 934 e 940 d.C., e dois dinares do califa Al-Mu'tasim Billah, 833-842 d.C, escreve portal Ahram Online. 

    A missão russa começou a explorar a área de Deir Al-Banat em 2003, desde então foram desenterrados vários sarcófagos e múmias.

    Mais:

    'Moeda do assassinato' de Júlio César de 2.000 anos será leiloada e pode valer milhões (FOTO)
    Coletor de cogumelos cai de bicicleta na Polônia e descobre moedas de prata do século XVII (FOTOS)
    República Tcheca encontra um dos seus maiores tesouros de moedas de ouro e prata (FOTOS)
    Tags:
    tesouro, moedas, arqueologia, Egito, artefatos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar