04:26 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Uma equipe de cientistas conseguiu resolver um antigo mistério sobre o motivo das inundações dos lagos glaciares.

    Uma equipe liderada por Eric Gaidos, astrobiólogo e geocientista da Universidade do Havaí em Manoa, EUA, descobriu a causa dos chamados jokulhlaups. Este termo islandês descreve um fenômeno conhecido como enxurradas glaciais.

    "Estas inundações podem afetar o movimento de algumas geleiras e representam um perigo significativo na Islândia. Porém, o mecanismo e o momento do início destas inundações eram desconhecidos", explicou Gaidos em um comunicado, citado pelo portal Science Daily.

    Uma série inesperada de eventos que ocorreram no verão boreal de 2015 ajudou a compreender o que estaria por trás das enxurradas.

    Em junho daquele ano, Gaidos e sua equipe fizeram uma perfuração em um lago na Islândia para estudar sua vida microbiana.

    Jokulsarlon, lago glacial, Islândia
    © flickr.com / Dan
    Jokulsarlon, lago glacial, Islândia

    Enquanto coletavam amostras através do buraco, os cientistas detectaram uma corrente descendente, parecida com a que se pode observar no ralo de uma banheira.

    "O fluxo era tão forte que quase perdemos nossos sensores e equipamentos de amostragem no poço. Supomos que havíamos conectado acidentalmente uma massa d'água dentro da geleira com o lago debaixo. Essa massa d'água estava sendo drenada rapidamente até o lago", detalhou Gaidos.

    Com isso, os cientistas suspeitaram que a perfuração feita por eles tivesse sido a causa da inundação. Por esta razão, fizeram modelos computadorizados para comprovar essa hipótese.

    "Descobrimos que a geleira pode conter corpos d'água menores sobre os lagos alimentados pelo desgelo do verão. Se este corpo d'água está conectado hidraulicamente ao lago, a pressão no lago aumenta e isso permite que a água debaixo do gelo comece a ser drenada para cima", afirmou.

    A descoberta permite compreender melhor o surgimento das enxurradas e seu vínculo com o clima e a estação do ano. O fenômeno continuará sendo estudado, desta vez, com ecossondas de rádio, que permitem encontrar corpos d'água dentro do gelo. Além disso, também serão estudados os lagos debaixo das geleiras.

    Mais:

    Islândia testará viajantes internacionais no aeroporto para dispensar quarentena
    Vulcão adormecido há 800 anos na Islândia poderia provocar catástrofe a qualquer momento
    Islândia encontra 40 mutações de coronavírus, ocasionando medo de nova pandemia
    Tags:
    cientistas, estudo, Islândia, geleira, lago
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar