16:35 26 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Coronavírus e o mundo no início de novembro (39)
    290
    Nos siga no

    O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) e o Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, apoiados por parceiros internacionais, estão lançando uma campanha nas redes sociais.

    A campanha foi criada para todas as principais plataformas de redes sociais para fornecer informações atualizadas, bem como para conscientização sobre a vacina russa contra COVID-19, Sputnik V, através do mundo.

    A campanha vai usar a hashtag #SputnikV.

    A campanha nas redes sociais vai focar no progresso dos testes clínicos, produção e vacinação massiva da Sputnik V em diferentes países.

    Durante a campanha, os cientistas do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya vão falar sobre o que está por trás da tecnologia e criação da vacina Sputnik V, e as pessoas que foram vacinadas com a Sputnik V vão compartilhar suas experiências pessoais e opiniões.

    Os canais das redes sociais da Sputnik V vão se tornar a principal plataforma de divulgação das notícias exclusivas sobre a vacina, publicação dos últimos dados das pessoas vacinadas, bem como dos dados sobre a produção da vacina.

    Os canais também contarão com eventos ao vivo, com as principais declarações e comentários dos especialistas. A informação sobre a Sputnik V vai estar disponível nas seguintes plataformas:

    Twitter

    Facebook

    Instagram

    YouTube

    A vacina Sputnik V foi a primeira a ser registrada no mundo, baseada em uma plataforma de vetores adenovirais humanos, que foi muito bem estudado. Atualmente, ela está no Top 10 das vacinas candidatas próximas de concluir os testes clínicos e iniciar a produção em massa na lista da Organização Mundial da Saúde.

    A Rússia apresentou solicitações à Organização Mundial da Saúde para acelerar o registro e a pré-qualificação da Sputnik V.

    O teste clínico pós-registro da Sputnik V na Rússia envolve 40.000 voluntários. Testes clínicos da Sputnik V foram anunciados nos Emirados Árabes Unidos, Índia, Venezuela e Bielorrússia.

    Kirill Dmitriev, diretor-geral do Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo), comentou:

    "Nossa campanha nas redes sociais vai focar na apresentação dos dados de nossa vacina para o público global, além disso, mostra que vai dar a esperança que eles em breve ficarão livres da pandemia de COVID-19 e voltarão a ter uma vida normal, sem isolamentos e máscaras faciais. Nesta vida, as pessoas novamente poderão se encontrar com os amigos, ir a museus, teatros e restaurantes, bem como viajar a diferentes países. Comércios poderão ser reabertos e fornecer trabalhos em segurança tanto para os trabalhadores quanto para seus familiares. Nós convidamos todas as pessoas em diferentes países a se juntarem à nossa campanha e apoiar nossa vacina Sputnik V."

    O Fundo Russo de Investimentos Diretos foi criado em 2011 para investir em títulos, principalmente na Rússia, com investidores com reputação internacional em financiamento e estratégia. O RFPI age como um catalisador para o investimento direto na economia russa. Os responsáveis pelo gerenciamento do RFPI estão baseados em Moscou. Atualmente, o RFPI conta com a experiência bem-sucedida da implementação conjunta de mais de 80 projetos com parceiros estrangeiros, cobrindo mais de 95% das regiões da Rússia.

    O RFPI emprega mais de 800.000 pessoas e gera receitas responsáveis por mais de 6% do Produto Interno Bruto (PIB) da Rússia. Além disso, criou parcerias estratégicas conjuntas com investidores internacionais de mais de 18 países, movimentando mais de US$ 40 bilhões (R$ 214 bilhões). Maiores informações poderão ser encontradas no site rdif.ru.

    Contato para informações adicionais:

    Arseniy Palagin                                            Andrew Leach / Maria Shiryaevskaya

    Fundo Russo de Investimentos Diretos                    Hudson Sandler

    Assessoria de imprensa                                Tel: +44 (0) 20 7796 4133

    Tel: +7 495 644 34 14, ext. 2395

    Cel: + 7 916 110 31 41      

    E-mail: arseniy.palagin@rdif.ru

    Tema:
    Coronavírus e o mundo no início de novembro (39)

    Mais:

    Diretor-geral do RFPI confirma produção da vacina Sputnik V no Brasil
    Rússia inicia testes da vacina Sputnik V em pessoas de mais de 60 anos
    Críticas contra a vacina Sputnik V têm natureza política, diz vice-presidente venezuelana
    Tags:
    Sputnik V, novo coronavírus, COVID-19, vacinação, vacina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar