20:38 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    A galáxia em questão é a NGC 34, que está localizada a 271 milhões de anos-luz, na constelação de Cetus.

    Na imagem é possível notar a estrutura em espiral na parte central da NGC 34. Ao mesmo tempo, áreas irregulares de fumaça estão localizadas nas periferias.

    Galáxia espiral NGC 34
    Galáxia espiral NGC 34

    Descoberta em 1886 pelo astrônomo norte-americano Frank Muller e observada posteriormente no mesmo ano por Lewis Swift, a NGC 34 é resultado de uma fusão entre duas galáxias espirais massivas.

    "A NGC 34 parece de outro mundo, uma criatura bioluminescente dos oceanos profundos ao invés de uma galáxia", afirmam os astrônomos do Hubble.

    A galáxia possui sua parte central brilhante, cercada por estruturas fantasmagóricas com inclusões estelares.

    A galáxia espiral é resultado da colisão de duas galáxias espirais, já que durante o processo de fusão as galáxias sofrem uma grande influência da interação gravitacional.

    Mais:

    FOTO mostra belos detalhes de galáxia espiral e seu misterioso centro supermassivo
    Telescópio da NASA tira FOTO fantasmagórica de galáxia espiral com 'braços abertos'
    FOTO da parte central de galáxia espiral é divulgada pela NASA
    Tags:
    astrônomo, hubble, telescópio, galáxias, galáxia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar