01:36 06 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    A rede busca combater a desinformação e contas falsas que inflam artificialmente com retweets algumas publicações.

    Com o objetivo de combater a difusão de desinformação no período anterior às eleições presidenciais de 3 de novembro nos Estados Unidos, o Twitter está limitando o uso da função de retweet e convoca seus usuários a comentarem nas publicações que querem compartilhar em seus perfis através da opção "citar o tweet".

    "Há duas semanas, realizamos algumas mudanças temporárias antes da eleição de 2020 para encorajar considerações mais cuidadosas antes que se propaguem os tweets, além de integrar contexto adicional ao Twitter. Hoje, vocês vão ver no Twitter", publicou a conta oficial da Twitter Communications.

    No começo de outubro, a rede social anunciou que não vai deixar que seus usuários façam retweets de mensagens se não forem acompanhadas de um comentário com poucas palavras. A medida entrou em vigor nesta quarta-feira (21), mas com algumas modificações.

    "Primeiramente, motivamos todos a 'citar o tweet'. Esperamos que isso não apenas motive todos a considerarem por que estão amplificando um tweet, mas também aumente a probabilidade de que as pessoas agreguem seus próprios pensamentos, reações e perspectivas à conversa", explicou a plataforma.

    O Twitter busca lutar desta forma contra os bots, contas falsas que, com frequência, inflam artificialmente com retweets as estatísticas de algumas publicações que possam conter informação falsa.

    Candidatos à presidência dos EUA, Donald Trump (à esquerda) e Joe Biden (à direita), durante debate presidencial em Cleveland, 29 de setembro de 2020
    © REUTERS / Jonathan Ernst
    Candidatos à presidência dos EUA, Donald Trump (à esquerda) e Joe Biden (à direita), durante debate presidencial em Cleveland, 29 de setembro de 2020

    Contudo, a rede social destacou que ainda deixa aos usuários a possibilidade de fazer um retweet sem ter que usar esta opção.

    "Fizemos uma mudança temporária na função de 'retweet'. Quando pressionar a opção 'retweet' poderá adicionar um comentário em 'citar o tweet' ou deixá-lo em branco e pressionar o botão 'retweet'", declarou a rede, que, aparentemente, só busca fazer com que seus usuários pensem duas vezes antes de compartilhar uma publicação ou não.

    Além disso, agora, se um usuário tenta fazer um retweet de um link para um artigo, o Twitter também vai mostrar primeiro uma verificação dupla com as palavras "Os títulos não contam a história completa", para comprovar se de fato o usuário leu o artigo antes de compartilhá-lo em sua conta.

    Mais:

    Bolsonaro e CoronaVac tomam Twitter após presidente anunciar que brasileiro não será cobaia
    Facebook proibirá anúncios que desmotivem as pessoas a se vacinar
    Nova versão do WhatsApp finalmente terá chamadas de voz e vídeo para computador, diz mídia
    Tags:
    aplicativo, Estados Unidos, comunicação, eleições, Twitter
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar