08:45 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)
    0 10
    Nos siga no

    Recuperação de COVID-19 leve pode durar até um mês, diferentemente da de um caso grave, que pode durar até meio ano.

    A recuperação do corpo depende da gravidade da doença, de acordo com profissional autônomo sênior de doenças infecciosas do Ministério da Saúde da Rússia, Vladimir Chulanov.

    Na forma moderada ou grave da COVID-19, o tecido pulmonar fica muito danificado. O corpo precisa de mais tempo para se recuperar.

    Médicos ainda estão acumulando experiência na reabilitação do coronavírus, por isso ainda não há dados precisos sobre quanto tempo leva para se recuperar.

    "[A recuperação de] um caso leve leva pouco tempo, assim como acontece durante outras infecções virais respiratórias agudas, normalmente sazonais. Habitualmente, a recuperação dura duas ou três semanas, até um mês. Já em casos graves, por exemplo, é parecida com gripe, depois de uma gripe grave a recuperação pode durar até seis meses", informou especialista.

    Geralmente, a reabilitação é parecida com a de pacientes com doenças respiratórias crônicas, que passam por ginástica e fisioterapia respiratória e têm recomendado por médicos uma alimentação diversificada, mesmo não existindo recomendações específicas.

    "A única coisa que pode ser mencionada aqui é que da mesma maneira como para recuperação de qualquer doença, a alimentação deve ser diversificada, com quantidade suficiente de proteínas e vitaminas. Deve ser incluída uma quantidade satisfatória de frutas", comentou Chulanov.
    Tema:
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (78)

    Mais:

    Localizado 'calcanhar de Aquiles' dos coronavírus
    COVID-19 pode nunca desaparecer, adverte principal assessor científico britânico
    Vacina contra COVID-19 vai estar disponível na Itália em dezembro, diz Giuseppe Conte
    Cientistas britânicos apontam mais uma complicação inesperada da COVID-19
    Ator tem 300 convidados em casamento e 100 são infectados por COVID-19; autoridade mexicana desmente
    Tags:
    pandemia, novo coronavírus, Rússia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar