19:05 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    As pegadas, encontradas na parte argentina da Patagônia, pertenciam a um grande dinossauro bípede.

    A rocha onde as pegadas foram encontradas possui entre 96 e 99 milhões de anos, informa um portal governamental da Argentina.

    Durante uma patrulha da Prefeitura Naval Argentina (guarda costeira) pelo lago Ezequiel Ramos Mexia, os militares fizeram uma incrível descoberta: pegadas pré-históricas de um dinossauro bípede que habitou a zona há muitos milhões de anos.

    Devido ao baixo nível da água, o achado foi feito na margem do lago, em uma zona de difícil acesso conhecida como Punta Lote, a aproximadamente 19 quilômetros de Villa El Chocón.

    Suspeitando que se tratava de um descobrimento de grande interesse científico, os efetivos comunicaram com Juan Canal, pesquisador do Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (CONICET, na sigla em espanhol) e diretor do Laboratório Paleontológico do Museu Mundial Paleontológico, Arqueológico e Histórico Ernesto Bachmann.

    Pegadas de dinossauro bípede encontradas na Patagônia
    Pegadas de dinossauro bípede encontradas na Patagônia

    Após analisar as imagens tomadas pelos efetivos da autoridades marítima, o especialista indicou se tratavam de pegadas tridáctilas, originadas por um dinossauro bípede.

    Mais:

    Dinossauro carnívoro com sensores de crocodilo é descoberto por paleontólogos (FOTO)
    Cientistas já sabem de quem é pena fóssil mais antiga já encontrada (FOTO)
    Pegadas de 120 mil anos na Arábia Saudita indicam caminho de humanos para Eurásia (FOTO)
    Tags:
    Argentina, Patagônia, arqueologia, pegada, dinossauro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar