05:28 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 20
    Nos siga no

    A mandíbula do pequeno exemplar mede apenas 2,9 centímetros de comprimento, possuindo oito dentes minúsculos.

    Uma equipe de cientistas descobriu os primeiros fósseis conhecidos de um tiranossauro bebê, que viveu há aproximadamente 75 milhões de anos na América do Norte.

    A pesquisa foi apresentada durante a conferência anual da Sociedade de Paleontologia Vertebrada, segundo o portal Live Science.

    Os cientistas acreditam que os restos pertenciam a um embrião do gigante predador, pois o crânio é do tamanho de um rato. Os autores do estudo chegaram a esta conclusão após analisarem uma garra encontrada no Canadá em 2017 e uma mandíbula encontrada nos EUA em 1983.

    "Os tiranossauros jovens de qualquer tipo são extremamente raros. Nunca havíamos encontrado um osso que suspeitássemos ser de embriões", afirmou o pesquisador principal do estudo, Gregory Funston.

    A mandíbula do pequeno exemplar de tiranossauro mede 2,9 centímetros de comprimento e possui oito dentes. Ela nunca havia sido devidamente estudada porque era delicada demais para ser extraída da rocha onde se encontrava.

    ​Descoberto primeiro fóssil de tiranossauro bebê.

    Recentemente, os especialistas escanearam a mandíbula com um acelerador de partículas, obtendo imagens do fóssil.

    Apesar do pequeno tamanho do osso, Funston destacou que se parece "surpreendentemente" com outras mandíbulas desta espécie pré-histórica.

    "Tem um sulco profundo no interior e um queixo diferente, que são características que distinguem os tiranossauros de outros dinossauros carnívoros", explicou.

    Por outro lado, os dentes não estão completamente desenvolvidos, e um deles oferece pistas de que este fóssil poderia pertencer a um embrião de tiranossauro, o que significa que morreu antes de nascer.

    Mais:

    Embrião que viveu há 80 milhões de anos revela detalhes do desenvolvimento dos dinossauros (FOTOS)
    Fósseis encontrados na China revelam nova espécie de dinossauro (FOTOS)
    Extinção em massa na Terra há 233 milhões de anos contribuiu para ascensão dos dinossauros
    Tags:
    estudo, arqueólogos, arqueólogo, arqueologia, descoberta, tiranossauro rex, dinossauro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar