02:18 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2180
    Nos siga no

    Arqueólogos revelam descobertas sensacionais feitas durante escavações arqueológicas no norte do Cazaquistão. Artefatos únicos do auge da Horda Dourada oferecem aos pesquisadores impulso para estudar este período histórico.

    Em uma região do norte do Cazaquistão foi desenterrado um centro político e cultural da Horda Dourada. Pesquisadores afirmam que os objetos ímpares encontrados no sítio arqueológico podem reverter a atual visão dos historiadores.

    No norte do Cazaquistão o período medieval continua sendo um tema pouco estudado, já que as pesquisas arqueológicas se concentravam mais nas Idades da Pedra e do Bronze. Por isso, a recente escavação no mausoléu Kyzyloba é considerada sensacional por arqueólogos e etnógrafos que estudam a Idade Média.

    Inspeção arqueológica foi realizada em setembro de 2019, quando foi desenterrado uma área do mausoléu de tijolo de 100 metros quadrados e onde foi descoberto um salão interno que era um fragmento da tumba de uma família.

    No túmulo, ao lado de restos mortais, foram encontrados um brinco de ouro, um pingente com incrustações de turquesa e outros artefatos.

    • Centro político e cultural da Horda Dourada descoberto no norte do Cazaquistão
      Centro político e cultural da Horda Dourada descoberto no norte do Cazaquistão
      © Sputnik / Elena Berezhnaya
    • Moedas de prata encontradas nas escavações
      Moedas de prata encontradas nas escavações
      © Sputnik / Elena Berezhnaya
    • Esqueletos humanos descobertos em túmulo no norte do Cazaquistão
      Esqueletos humanos descobertos em túmulo no norte do Cazaquistão
      © Sputnik / Elena Berezhnaya
    • Artefatos únicos de ouro e turquesa encontrados em túmulo no norte do Cazaquistão
      Artefatos únicos de ouro e turquesa encontrados em túmulo no norte do Cazaquistão
      © Sputnik / Elena Berezhnaya
    1 / 4
    © Sputnik / Elena Berezhnaya
    Centro político e cultural da Horda Dourada descoberto no norte do Cazaquistão

    De acordo com os pesquisadores, no túmulo, que é da segunda metade dos séculos XIV-XV, foram enterrados representantes da elite dominante da dinastia do Kublai Khan – um nobre mongol dos séculos XII e XIII e primogênito de Genghis Khan.

    A expedição arqueológica está novamente conduzindo explorações, escreve Sputnik Cazaquistão.

    "Os objetos encontrados durante a escavação são realmente inestimáveis para arqueologia. Para um arqueólogo, um grande pedaço de ouro vale menos do que uma pequena joia encontrada em um túmulo, porque [esse objeto] traz muitas informações sobre os segredos da Idade Média", afirmou o diretor do Centro de formação e pesquisa arqueológica da Universidade Estadual do Cazaquistão do Norte, Anatoly Pleshakov.

    Entre outros artefatos descobertos, há moedas de prata, ouro e um espelho delicadamente decorado com ornamento que representa peixes.

    Mais:

    Descobertos na França 3 enormes túmulos circulares de quase 4.000 anos (FOTOS)
    Nova importante evidência de famoso túmulo viking é descoberta na Dinamarca
    Arqueólogos descobrem túmulo de 5.000 anos com pessoas decapitadas na Sibéria Ocidental (FOTOS)
    Tags:
    sítio arqueológico, escavação, civilizações antigas, artefatos, túmulo, império, Cazaquistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar