04:21 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Astrônomos detectaram um novo binário eclipsante de uma anã branca dupla usando o ZTF (Zwicky Transient Facility) do Caltech, um levantamento do céu topo de gama no Observatório Palomar.

    O sistema ZTF J2243+5242 tem um período orbital de dez minutos, que o torna em um dos binários eclipsantes com o período mais curto já conhecido.

    Com isso, os especialistas pretendem encontrar e estudar anãs brancas duplas, pois suas fusões supostamente produzem novas anãs brancas com elevadas massas.

    A equipe de astrônomos liderada por Kevin B. Burdge encontrou uma nova anã branca dupla a partir da observação do ZTF, sendo que sua natureza foi confirmada pelas observações fotométricas e espectroscópicas.

    "Aqui, descrevemos a descoberta e caracterização do ZTF J2243+5242, o segundo binário eclipsante conhecido com período orbital de menos de dez minutos", escreveram os astrônomos.

    O ZTF J2243+5242 possui um período orbital de 8,8 minutos e consiste de duas anãs brancas de hélio de baixa massa.

    Imagem do ZTF J2243 + 5242
    © Foto / Burdge et al., 2020
    Imagem do ZTF J2243 + 5242

    Estima-se que o binário esteja localizado a aproximadamente 6,9 milhões de anos-luz da Terra.

    Os autores do estudo afirmam que, daqui a aproximadamente 400.000 anos, as duas anãs brancas do ZTF J2243+5242 se fundirão, possivelmente para formar uma estrela subanã quente e isolada ou uma estrela R Coronae Borealis.

    De acordo com o estudo citado pelo portal Phys.org, o sistema está atualmente separado, entretanto, os dois componentes iniciarão a interação em aproximadamente 320.000 anos.

    Mais:

    Cientistas encontram evidências de que estrelas são 'devoradas' por buracos negros
    Mistério de perda de brilho de estrela supergigante vermelha é explicado por Hubble (FOTO)
    Cientistas encontram 95 'estrelas fracassadas' próximo do Sistema Solar
    Tags:
    eclipse, estrela anã, estrelas, estudo, astrônomo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar