04:23 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (63)
    0 60
    Nos siga no

    Médicos de Singapura revelaram que uma das complicações possíveis causadas por coronavírus pode ser gangrena dos membros inferiores pelo surgimento de coágulo de sangue na aorta, de acordo com o jornal The Straits Times.

    Os médicos descreveram o caso de um singapurense de 39 anos que de repente começou a reclamar de dor no pé direito, tendo em três dedos do pé aparecido gangrena. Antes disso, o paciente foi ligado a ventilador pulmonar e passou uns dias em coma induzido.

    Os médicos descobriram que este processo foi causado por coágulo na aorta, que é a artéria principal que transporta sangue do coração ao resto do corpo. O homem foi operado, implantando um stent permanente. Três meses depois, a gangrena desapareceu e o paciente começou a andar normalmente de novo.

    "É raro que coágulo se desenvolva na aorta, que é um vaso sanguíneo de fluxo alto", declarou o diretor de cirurgia-geral e conselheiro superior do hospital de Tan Tock Seng, professor Glenn Tan, citado pela mídia.

    O paciente foi hospitalizado com dificuldades de respirar e febre, acrescentou.

    Estudos mostraram que existe o alto risco do desenvolvimento de coágulo entre os pacientes com COVID-19 em estado grave. Os coágulos podem causar derrame, ataque cardíaco e outras complicações graves.

    O professor acredita que uma das explicações possíveis é que COVID-19 causa inflamação grave em alguns pacientes. Este processo aumenta a produção de citocina, proteína produzida por células imunes, o que pode levar a coágulos sanguíneos.

    O professor destacou que poucos pacientes com coronavírus têm coágulos, visto que a maioria deles corresponde a jovens saudáveis.

    "Gangrena nos pés é incomum entre jovens que não têm outras doenças como diabetes", explicou Glenn Tan.
    Tema:
    Mundo enfrenta COVID-19 em meados de outubro (63)

    Mais:

    Brasil não terá vacinação em massa contra COVID-19 em 2021, diz vice-diretora da OMS
    Cristiano Ronaldo testa positivo para COVID-19
    Banco Mundial aprova verba de R$ 66,8 bilhões para financiar vacinas contra COVID-19 no mundo
    Tags:
    novo coronavírus, pandemia, Singapura, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar