01:50 29 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    Pelo menos cinco asteroides de diâmetros compreendidos entre 4,5 m e 45 m se aproximam da Terra nesta semana, sendo que dois deles já passaram próximo do planeta ontem (12).

    O primeiro a ter sua passagem registrada foi o 2020 TS1, cuja distância da Terra foi de apenas 225.000 km, distância inferior à existente entre nosso planeta e a Lua, que é de 385.000 km.

    Logo em seguida, se aproximou o asteroide 2020 TR1, com um diâmetro de 12 metros, a uma distância de 1,2 milhão de quilômetros.

    Hoje (13), outra rocha espacial, com um diâmetro de 4,5 metros, o 2018 GD2, cruzará a órbita da Terra a 6,2 milhões de quilômetros.

    Já amanhã (14) será a vez dos asteroides 2020 TD e 2020 TO2, conforme dados publicados no site da NASA.

    O primeiro tem um tamanho estimado em 45 metros, metade da altura da Estátua da Liberdade, e o ponto mais próximo de sua trajetória da Terra está a 7,2 milhões de quilômetros.

    Por fim, o 2020 TO2, com 17 metros e que foi detectado apenas três dias atrás, passará a 1,2 milhão de quilômetros da Terra.

    Apesar da aproximação dos corpos celestes, o risco de colisão com a Terra foi descartado. 

    Mais:

    Dunas de 1 bilhão de anos são encontradas em Marte (FOTO)
    Níveis de radiação na Lua são 200 vezes maiores do que na Terra, segundo estudo
    Congestionamento crescente do espaço em torno da Terra pode provocar catástrofe, aponta especialista
    Tags:
    colisão, espaço, Terra, asteroide
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar