02:53 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    Graças a estudos biogeográficos de restos humanos encontrados, pesquisadores determinam que já existia uma migração entre a França e a Península Ibérica desde o Neolítico.

    Um grupo de pesquisadores do Grupo de Genética Forense e Genética de Populações da Universidade Complutense de Madri (Espanha) descobriu um enterro familiar que data do Neolítico (entre os anos 3975 e 3790 a.C.) na região dos Pirenéus.

    A descoberta foi realizada em La Feixa del Mouro, uma das necrópoles neolíticas mais importantes do sistema montanhoso, localizada a 1.335 metros de altitude em Sant Julia de Lòria, Andorra, e considerada de suma importância.

    Restos encontrados em enterro neolítico em La Feixa del Moro
    Restos encontrados em enterro neolítico em La Feixa del Moro
    O achado "é um dos poucos casos que sugere um enterro familiar, formado por adultos e um recém-nascido", explicam os pesquisadores em um comunicado.

    Os resultados das análises genéticas de parentesco, assim como a análise das características visíveis externas, sugerem que os corpos encontrados pertencem a uma família nuclear. Para além disso, permitiram aos pesquisadores determinar o gênero do recém-nascido, um menino.

    Da mesma forma, o estudo da origem biogeográfica dos corpos desenterrados, respaldado pelo contexto arqueológico em que foram encontrados, indicaria uma provável migração de povos neolíticos entre o Sul da França e a Península Ibérica.

    Sítio arqueológico neolítico em Andorra
    Sítio arqueológico neolítico em Andorra

    Considerando a evidência arqueológica até agora encontrada em La Feixa del Moro, os acadêmicos determinaram a existência de uma área habitacional que rodeia o local do enterro incomum, motivo pelo qual se especula sobre o povoamento de pequenos grupos familiares nesta zona dos Pirenéus.

    A pesquisa completa sobre a descoberta foi publicada recentemente no Journal of Archeological Science.

    Mais:

    Fósseis achados na Espanha jogam luz sobre rituais funerários na península Ibérica (FOTO)
    Arqueólogos descobrem túmulo de 5.000 anos com pessoas decapitadas na Sibéria Ocidental (FOTOS)
    Arqueólogos encontram restos de 20 esqueletos de prisioneiros de campo nazista (FOTOS)
    Tags:
    sítio arqueológico, estudo, Andorra, França, Espanha, Península Ibérica, arqueologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar