18:51 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 50
    Nos siga no

    Autores da descoberta garantem que este novo dinossauro apresentava capacidades sensoriais extraordinariamente semelhantes às de um crocodilo moderno.

    Paleontólogos descobriram evidências notáveis das capacidades sensoriais na pele fossilizada de um dinossauro carnívoro de 155 milhões de anos. A descoberta foi detalhada em um artigo publicado na revista científica Current Biology na segunda-feira (5).

    O jovem dinossauro Juravenator é do período Jurássico, foi desenterrado na Alemanha e estava perfeitamente preservado, do nariz à cauda, incluindo restos da pele escamosa e outros tecidos moles.

    ​Dinossauro descoberto: paleontólogos desenterram carnívoro com sensores de crocodilo

    "Poucas pessoas prestam muita atenção à pele de dinossauro, porque se presume que sejam répteis grandes e escamosos […]. Mas quando olhei de perto as escamas do lado da cauda, continuei encontrando essas pequenas características semelhantes a anéis que não faziam sentido, eram certamente diferentes das outras escamas de dinossauros", explica ao portal Phys.org Phil Bell, do Centro de Pesquisa em Paleociência da Universidade da Nova Inglaterra, Austrália, e autor principal do estudo.

    Os pesquisadores perceberam que esses anéis eram surpreendentemente semelhantes aos nódulos sensoriais encontrados nas escamas dos crocodilos modernos.

    Primeira evidência

    Esses nódulos, conhecidos como órgãos sensoriais tegumentares, são extremamente sensíveis ao toque, à química e às informações de temperatura, fornecendo aos crocodilos importantes elementos sensoriais sobre o entorno.

    "Muito pouco se sabe sobre os órgãos sensoriais dos dinossauros […]. Recentemente, presumiu-se que escamas sensoriais estavam presentes no focinho de tiranossauros com base na textura de seus ossos faciais, mas esta é a primeira evidência direta de sua presença em um dinossauro", Christophe Hendrickx, especialista em dinossauros e coautor do estudo.

    Uma vez que os crocodilos são predadores aquáticos, os paleontólogos agora suspeitam que Juravenator também provavelmente caçava peixes e outros animais aquáticos.

    Embora a pele de outras partes do corpo de Juravenator seja desconhecida, é possível que este dinossauro submergisse sua cauda para detectar o movimento de presas subaquáticas.

    Mais:

    Extinção em massa na Terra há 233 milhões de anos contribuiu para ascensão dos dinossauros
    Grande depósito de ovos de dinossauro é descoberto na Espanha (FOTOS)
    Descoberta de dentes de dinossauro prova que animal era verdadeiro 'monstro dos rios' (FOTOS)
    Descoberto dinossauro de 2 dedos e desdentado que parecia papagaio gigante (FOTO)
    Tags:
    fósseis, fóssil, sensor, dinossauro, crocodilo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar