16:08 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    150
    Nos siga no

    Cientistas realizaram recentemente um estudo detalhado sobre o exoplaneta WASP-189b. Esse planeta orbita a estrela HD 133112, uma das mais quentes estrelas a ter um sistema planetário.

    Usando dados do caçador de planetas CHEOPS (CHaracterising ExOPlanet Satellite) da Agência Espacial Europeia, cientistas publicaram na revista científica Astronomy & Astrophysics um detalhado trabalho sobre o exoplaneta WASP-189b.

    "O sistema WASP-189 está a 322 anos-luz de distância e localizado na constelação de Libra […]. WASP-189b é especialmente interessante porque é um gigante gasoso que orbita muito perto de sua estrela hospedeira. Leva menos de três dias para dar a volta em sua estrela e está 20 vezes mais perto dela do que a Terra está do Sol", explica em comunicado Monika Lendl, autora principal do estudo.

    WASP-189b está 20 vezes mais perto de sua estrela do que a Terra do Sol, e o orbita em apenas 2,7 dias. A estrela hospedeira é maior e 2.200 ºC mais quente que o Sol e, portanto, parece brilhar em azul. Apenas um punhado de planetas existem em torno de estrelas tão quentes

    Gigante e extremo

    Uma vez e meia maior do que Júpiter, o maior planeta do Sistema Solar, WASP-189b é bastante exótico. "Estimamos que a temperatura do WASP-189b seja de 3.200 ºC. Planetas como WASP-189b são chamados de 'Júpiteres ultraquentes'. O ferro derrete em alta temperatura e até se torna gasoso. Este objeto é um dos planetas mais extremos que conhecemos até agora", comenta Lendl.

    De acordo com a pesquisadora, outra curiosidade é que planetas como WASP-189b "têm um lado diurno permanente, que está sempre exposto à luz da estrela, e, consequentemente, um lado noturno permanente".

    Isso significa que o clima nesse exoplaneta é completamente diferente daquele dos gigantes gasosos do nosso Sistema Solar, como Júpiter e Saturno.

    Sol azul

    "Não podemos ver o planeta porque ele está muito longe e muito perto de sua estrela hospedeira, então temos de contar com métodos indiretos […] seu lado diurno é tão brilhante que podemos até medir a luz 'ausente' quando o planeta por trás da estrela; isso é chamado de ocultação. Observamos várias dessas ocultações de WASP-189b com CHEOPS", garante Lendl.

    Mas não é apenas o exoplaneta que é exótico. A estrela em que WASP-189b orbita é muito diferente do nosso Sol. "A estrela é consideravelmente maior e é mais de 2.000 ºC mais quente do que o nosso Sol. Por ser muito quente, a estrela parece azul e não branco-amarelada como o Sol", acrescenta a pesquisadora.

    Mais:

    Sistema bizarro com 3 anéis de formação planetária 'desalinhados' é detalhado (FOTO)
    Do tamanho de Júpiter, planeta é achado orbitando restos de estrela anã
    Planeta pi: descoberto exoplaneta do tamanho da Terra com órbita de 3,14 dias
    'Planeta de cores': sonda captura imagens extremamente coloridas de ciclones em Júpiter (FOTO)
    Tags:
    exoplaneta, Júpiter, Agência Espacial Europeia (ESA), Sol, Universo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar