22:14 19 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 192
    Nos siga no

    Um agricultor sueco da província de Smaland encontrou uma grande pedra plana enquanto estava arando terra com o trator. A pedra rúnica foi apelidada por arqueólogos de "descoberta do ano".

    Inicialmente, o fazendeiro pensou se tratar de uma pedra comum coberta de lama e queria usá-la como um degrau.

    No entanto, ao analisar com mais atenção, acabou descobrindo inscrições antigas repletas de sinais runas vikings, que possuem uma simbologia mística.

    "Está em muito boas condições. É incomum encontrar pedras rúnicas em condições tão boas. Ela [a pedra] deve ter caído há muito tempo, porque o campo tem sido utilizado por longo tempo. Foi uma mera coincidência o fazendeiro ter batido na pedra com o arado e conseguido achá-la. [O objeto] estava de cabeça para baixo", declarou Veronica Palm, arqueóloga e vice-diretora do museu Vastervik, à emissora sueca SVT.

    O runologista Magnus Kallstrom constatou que a pedra é ímpar, e que o artefato remonta à primeira metade do século XI. Além do mais, o pesquisador conseguiu decifrar as inscrições: "Garder ergueu esta pedra após o pai de Sigdjarv, marido de Ogard."

    Já se sabia que uma família nobre e rica vivia na região, onde foram encontrados objetos de prata.

    "Ogard é um nome feminino interessante, nunca foi descoberto antes", afirmou Veronica Palm ao jornal Aftonbladet.

    O Conselho Administrativo do condado em Kalmar vai limpar e conservar a pedra para exposição.

    Mais:

    Local de saga medieval islandesa é descoberto por arqueólogos (FOTOS)
    Arqueólogos encontram objetos de ouro de antiga cultura nômade no Cazaquistão (FOTOS)
    Arqueólogos descobrem pela 1ª vez no Líbano lagar de vinho fenício da Idade do Ferro (FOTOS)
    Tags:
    artefatos, arqueólogos, vikings, Suécia, arqueologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar