08:54 30 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    A estrutura submersa de uma basílica de 1.500 anos, construída em honra de Neófito de Chipre, reapareceu após recuo de lago na província turca de Bursa.

    Fotos aéreas ajudaram a descobrir a basílica, que se acredita ter sido construída no século V d.C. Os fragmentos históricos da basílica estão localizados a 20 metros da costa e dois metros abaixo do nível habitual do lago.

    Especialistas estimam que a basílica acabou sendo submersa no lago durante um terremoto que ocorreu no ano 740, voltando a "dar as caras" devido à seca na região, relata Daily Sabah.

    A basílica de São Neófito de 1.500 anos, na província turca de Bursa, tem estado há séculos debaixo d'água. Devido a um recuo temporário da água no lago Iznik, a estrutura se tornou visível de novo. A basílica foi descoberta em 2014 durante pesquisa local.

    Distrito de Iznik, onde o lago de mesmo nome é localizado, foi um importante centro religioso tanto na época romana como na bizantina. Alguns arqueólogos acreditam que a basílica seja um exemplo do início da arquitetura cristã.

    No âmbito dos trabalhos arqueológicos que decorrem desde 2015, foram descobertos muitos artefatos extraordinários, incluindo o selo de vários cavaleiros escoceses que podem ter sido os primeiros visitantes estrangeiros da basílica, antes da instalação religiosa ser consumida pelas águas do lago Iznik.

    Mais:

    Espada e outros raros artefatos da Idade do Bronze são encontrados na Escócia (FOTO)
    Arqueólogos descobrem na Turquia igreja subterrânea do Império Bizantino (VÍDEO)
    Arqueólogos encontram objetos de ouro de antiga cultura nômade no Cazaquistão (FOTOS)
    Tags:
    igrejas, sítio arqueológico, Império Romano, arqueologia, Turquia, escavação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar