10:42 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 160
    Nos siga no

    Alguns drones identificaram um sítio arqueológico nos EUA que há muitos séculos teria sido um grande assentamento.

    Imagens captadas por sensores infravermelhos de drones mostram estruturas subterrâneas localizadas sob uma pastagem no Kansas, que poderiam ter sido o lar de milhares de pessoas antes da chegada dos espanhóis.

    Os pesquisadores calculam que neste assentamento viviam os antepassados de Wichita e outras tribos há mais de 400 anos e teria sido chamado "o grande assentamento" pelos exploradores espanhóis em 1601.

    De acordo com a American Antiquity, o sítio arqueológico teria sido uma cidade de aproximadamente 20.000 pessoas entre os anos 1050 e 1150.

    Imagens de cidade perdida nos EUA
    Imagens de cidade perdida nos EUA

    A estrutura detectada por drones tem a forma de uma ferradura, formada por uma vala de dois metros de profundidade, formando um semicírculo de aproximadamente 50 metros de largura.

    Os pesquisadores acham que encontraram em Etzanoa o que é conhecido como "círculos de conselho" e, embora ninguém tenha certeza exata para que esses círculos eram usados, eles teriam sido locais significativos para a comunidade da época.

    Os drones também detectaram sinais de que existiam dois poços, um escavado próximo de cada extremidade da estrutura semicircular, embora não descartem a possibilidade de que a terra tenha sido movida para construir montículos.

    Vista aérea do assentamento encontrado nos EUA
    © Foto / Jesse Casana
    Vista aérea do assentamento encontrado nos EUA

    Anteriormente, foram encontrados cinco "círculos de conselho" entre os 22 sítios Wichita escavados ao longo de uma estrutura de oito quilômetros dos rios Little Arkansas e Smoky Hill, aproximadamente 230 quilômetros a norte do sítio recém-encontrado.

    Os pesquisadores acreditam que os círculos eram usados para realizar cerimónias, rituais ou como proteção em caso de ataques.

    A cidade foi ocupada entre 1450 e 1700. A sua localização só foi identificada em 2017, após a descoberta de uma bola de canhão que confirmou o local de uma batalha na área, perto da cidade de Arkansas.

    Não está claro exatamente o que aconteceu com Etzanoa depois do século XVIII. Poderia ter sido afetada por doença europeia, guerra e escravidão, mas acabou sendo abandonada e quase perdida no tempo.

    Mais:

    Descoberto 'Stonehenge de madeira' de 4.500 anos em Portugal
    Dinossauro de 76 milhões de anos tem descoberta intrigante (FOTO)
    Canal utilizado por vikings para transportar mercadorias é descoberto na Escócia (FOTOS)
    Tags:
    eua, arqueólogos, arqueólogo, arqueologia, sítio arqueológico, descoberta
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar