02:23 01 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Coronavírus no mundo no início de setembro (48)
    2405
    Nos siga no

    O estudo da vacina contra COVID-19 da Universidade de Oxford foi pausado nesta terça-feira (8) para verificação de dados sobre segurança da vacina.

    Segundo informações passadas pela própria farmacêutica AstraZeneca ao site Stat, veículo especializado em saúde e tecnologia, se trata de um procedimento de rotina.

    "Esse é um processo de rotina que precisa acontecer conforme sejam detectados potenciais problemas em um dos braços de teste", afirma a AstraZeneca.

    O teste foi suspenso devido a uma suspeita de reação adversa grave em um dos voluntários no Reino Unido.

    A pausa nos testes, no qual o Brasil participa através de parceria com a Fiocruz, pode impactar o cronograma de conclusão do estudo.

    A AstraZeneca disse que está trabalhando para revisar o evento encontrado e minimizar qualquer possível impacto no cronograma.

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) disse ao portal G1, que foi avisada pela AstraZeneca.

    "A decisão de interromper os estudos foi do laboratório, que comunicou os países participantes. A Anvisa já recebeu a mensagem e vai aguardar o envio de mais informações para pronunciar oficialmente", informou em nota.

    A farmacêutica ainda explicou que em estudos com participação de um grande número de pessoas, problemas de saúde podem ocorrer aleatoriamente, mas os casos precisam ser analisados por uma equipe independente.

    Tema:
    Coronavírus no mundo no início de setembro (48)

    Mais:

    Brasil inicia testes com possível vacina contra COVID-19 desenvolvida em Oxford
    Em janeiro a gente começa a vacinar todo mundo, diz Pazuello ao ser indagado por blogueira mirim
    Brasil tem 504 mortes por COVID-19 em 24 horas e total de óbitos sobe para 127.464
    Chefe do Centro de Inteligência do Exército que estava em comissão no Líbano morre de COVID-19
    Tags:
    novo coronavírus, Oxford, vacina, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar