05:03 31 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 70
    Nos siga no

    Arqueólogos descobriram um artefato cristão ímpar na fortaleza romana de Vindolanda, no sul da Muralha de Adriano – uma fortificação na Inglaterra, perto da fronteira com a Escócia.

    Trata-se de fragmentos de um cálice de chumbo com símbolos cristãos gravados, um objeto único deste período alguma vez encontrado no Reino Unido.

    As partes do cálice foram achadas entre paredes desabadas de uma igreja cristã dos séculos V-VI d.C. O objeto é composto por 14 fragmentos que se encontram em más condições porque estavam perto da superfície e não enterrados no solo alagado, que preservou milhares de sapatos de couro e o único vaso sanitário de madeira romano jamais descoberto.

    Cálice com símbolos cristãos descoberto na fortaleza romana de Vindolanda, no Reino Unido

    Cada peça tem muitas inscrições de símbolos cristãos nas superfícies tanto interiores como exteriores, dispostos de forma aleatória.

    Os símbolos gravados no objeto parecem ter sido feitos por uma única pessoa em momentos diferentes, ou seja, alguns foram acrescentados.

    Embora sejam agora difíceis de observar a olho nu, com a ajuda de fotografia especializada, as inscrições foram cuidadosamente registradas. Agora, os cientistas começaram uma nova etapa do trabalho que visa desvendar os seus significados.

    As inscrições incluem alguns símbolos bastante conhecidos da igreja primitiva, entre eles barcos, cruzes, um monograma de Cristo, uma baleia, um bispo feliz, anjos, membros de uma congregação, letras em latim e grego.

    "Esta é uma descoberta muito empolgante de um período pouco conhecido na história da Grã-Bretanha. Sua aparente conexão com a igreja cristã primitiva é extremamente importante e este recipiente curioso é ímpar no contexto britânico. É claro que um trabalho aprofundado em relação a esta descoberta nos dirá muito sobre o desenvolvimento do Cristianismo no início do período medieval", disse especialista em período pós-romano David Petts, da Universidade de Durham.

    Mais:

    Fortaleza egípcia, local de batalhas dos tempos bíblicos, é achada em Israel (FOTOS)
    Espada viking de 1.100 anos de guerreiro 'canhoto' é encontrada em cova na Noruega (FOTO)
    Arqueólogos descobrem na Turquia paleta de pintura de 5.000 anos (FOTO)
    Tags:
    castelo, arqueologia, cristãos, inscrição, artefatos, Império Romano, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar