06:06 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 180
    Nos siga no

    Uma "mensagem para os poderes superiores" foi encontrada na tumba de uma garota no Oriente Médio, contendo as letras gregas HRIS, que podem ser interpretadas como o nome do fundador do Cristianismo.

    Uma lâmina de prata encontrada no sítio arqueológico de Viminacio, no centro da Sérvia, pode ser a inscrição mais antiga já conhecida com o nome de Cristo, conforme o portal Novosti. 

    A lâmina, de 5,3 centímetros de comprimento, 3,5 de largura e apenas 0,1 milímetro de espessura, foi encontrada na tumba de uma garota de aproximadamente três anos de idade.

    O objeto havia sido dobrado sete vezes e, quando desdobrado, os pesquisadores encontraram as letras gregas hi, teta, ni e ro. Os caracteres formam a palavra que pode ser interpretada como HRIS.

    A lâmina, encontrada em um dos três sarcófagos de chumbo, é uma "mensagem para os poderes superiores", que deviam proteger a falecida no outro mundo, assegura o diretor do Instituto Arqueológico sérvio, Miomir Korac.

    Além disso, Korac afirma que as moedas presentes no sarcófago são datadas do século II ou início do século III.

    "Caso seja confirmado que a leitura da palavra HRIS é correta, então é a mais antiga menção a Cristo", ressalta o diretor.

    Korac também enfatizou que a decoração do sarcófago, no qual se repete a cruz em forma de romboide e a "estrela" formada por quatro linhas cruzadas, é a mesma que a associada com os primeiros cristãos.

    "Há que considerar que o Cristianismo era diferente do de hoje, era um conjunto de seitas muito diversas e os gnósticos místicos, cujos anéis também foram encontrados, consideravam-se cristãos", afirmou Korac.

    Diversos detalhes indicam que a garota era do Oriente Médio, de maneira que tanto o material quanto o estilo do sarcófago, muito utilizados em Jerusalém, são muito raros para Viminacio.

    Além disso, o rico ritual funerário, incluindo anéis e outras joias de ouro, era pouco comum entre os próprios romanos, que consideravam um costume bárbaro.

    Mais:

    Descoberta provável origem dos megálitos de Stonehenge
    Dinossauro de 76 milhões de anos tem descoberta intrigante (FOTO)
    Canal utilizado por vikings para transportar mercadorias é descoberto na Escócia (FOTOS)
    Tags:
    arqueólogo, arqueologia, Cristo, Deus, mensagem, carta, descoberta
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar