05:09 13 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 91
    Nos siga no

    Especialistas consideram que o artista italiano foi o primeiro a esboçar as fibras musculares internas do coração, há 500 anos.

    Uma equipe de cientistas dirigida pelo Conselho de Pesquisa Médica do Reino Unido (MRC, na sigla em inglês) descobriu que as estruturas corporificadas por Leonardo da Vinci há 500 anos são fundamentais para compreender como funciona o coração, segundo comunicado da instituição.

    Especialistas utilizaram inteligência artificial para demonstrar que o artista italiano foi o primeiro a esboçar as fibras musculares internas do órgão vital, chamadas trabéculas, cuja função é elevar a eficiência do fluxo sanguíneo.

    Desenho feito por Leonardo da Vinci mostrando coração e vasos sanguíneos
    © Foto / Domínio Público
    Desenho feito por Leonardo da Vinci mostrando coração e vasos sanguíneos

    No entanto, os especialistas consideram que o artista italiano foi o primeiro a traçar estes músculos no século XVI. Naquela época, acreditava-se que as trabéculas serviam para aquecer o sangue à medida que fluía através do coração, porém até hoje o valor de suas crenças não havia sido reconhecido.

    "Leonardo da Vinci esboçou estes músculos intricados dentro do coração há meio milênio, e apenas agora estamos começando a compreender como são importantes para a saúde humana", observou o líder do estudo, Declan O'Regan.

    O especialista adicionou que o trabalho oferece uma "nova e emocionante direção" para compreender o funcionamento do coração e revela a importância de combinar a matemática e a biologia com a pesquisa médica.

    Além disso, o estudo descobriu seis regiões do DNA que influem no desenvolvimento dos padrões fractais destas fibras musculares.

    Outra descoberta foi que dois destes genes regulam a ramificação das células nervosas, sugerindo que um mecanismo similar funciona tanto no cérebro quanto no coração.

    Mais:

    Estatuetas de argila de 3.500 anos são descobertas na Polônia
    Descoberta arma para combater nuvem de gafanhotos, garantem cientistas
    História bíblica é confirmada por descoberta em túnel de Jerusalém, afirma especialista
    Tags:
    cientistas, coração, Leonardo Da Vinci, descoberta, estudos, estudo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar