20:17 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    270
    Nos siga no

    A Sociedade Geográfica Russa anunciou as primeiras descobertas em um barco naufragado no século XVIII próximo da ilha Moschny, no golfo da Finlândia.

    Acredita-se que se trata de um "tjalk", um tipo de veleiro de carga holandês, que navegava rumo a São Petersburgo com um carregamento de centenas de garrafas de álcool.

    O naufrágio, descoberto a uma profundidade de mais de 50 metros por marinheiros da Marinha russa em 2018, foi detectado incialmente como uma peça de madeira de grandes dimensões.

    Em agosto de 2020, os cientistas do Centro de Pesquisas Subaquáticas da Sociedade Geográfica Russa começaram a estudar detalhadamente o naufrágio e encontraram dentro do navio uma impressionante carga consistindo de centenas de garrafas de vidro.

    Garrafas encontradas em embarcação naufragada no século XVIII, no golfo da Finlândia
    Garrafas encontradas em embarcação naufragada no século XVIII, no golfo da Finlândia

    Eram largas e estreitas, algumas fabricadas e outras feitas à mão, um reflexo de toda a diversidade da indústria do vidro do século XVIII, ressaltam os especialistas.

    A maioria das garrafas está quebrada, sendo impossível determinar que bebida continham em seu interior, porém, em algumas delas foi encontrado um selo especial reservado para os recipientes de jenever.

    "É difícil dizer exatamente o que havia nas garrafas, pois agora há uma substância repugnante. Diversas garrafas cheiram a pinheiro e folhas de eucalipto", afirmou Roman Prokhorov, arqueólogo subaquático e restaurador do Centro de Pesquisas Subaquáticas.

    Os pesquisadores da Sociedade Geográfica Russa entraram em contato com os especialistas do Museu Hermitage, que afirmaram que este tipo de recipientes nunca foi visto em sua coleção, segundo comunicado da página oficial da Sociedade Geográfica Russa.

    Mais:

    Túmulo viking é encontrado debaixo de casa na Noruega (FOTOS)
    Barco viking de 1.000 anos usado como caixão de rei e rainha será escavado na Noruega (FOTOS)
    Mais antigo assentamento viking de Dublin é visto sob novo prisma (FOTO)
    Tags:
    Finlândia, naufrágio, arqueólogos, arqueólogo, arqueologia, descoberta
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar