21:14 20 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 41
    Nos siga no

    A sonda Mars Atmosphere and Volatile Evolution (MAVEN) da NASA detectou luzes ultravioleta piscando em grandes áreas do céu noturno do Planeta Vermelho.

    A descoberta aconteceu como parte de um estudo que tenta desvendar os padrões complexos de circulação de gás na atmosfera marciana.

    Segundo a agência espacial americana, o estudo feito com os registros da sonda, lançada em 2013, permitiu descobrir que a atmosfera marciana pulsa três vezes por noite. No entanto, isso só acontece durante a primavera e o outono em Marte.

    Da mesma forma, os especialistas registraram circulação na forma de ondas e espirais sobre os polos de inverno, confirmando ainda os dados da espaçonave Mars Express, que indicam que o brilho noturno é mais intenso nas regiões polares de inverno.

    Os pesquisadores explicam que os flashes – indetectáveis ao olho humano – são produzidos quando os gases, carregados por ventos verticais, descem em direção a regiões de maior densidade e aceleram as reações químicas responsáveis pela criação do óxido nítrico, dando origem ao brilho ultravioleta.

    Marte (imagem ilustrativa)
    Marte (imagem ilustrativa)

    "As imagens da MAVEN nos dão nossa primeira visão global dos movimentos atmosféricos na atmosfera intermediária de Marte, uma região crítica onde correntes de ar transportam gases entre as camadas mais baixas e mais altas", explicou Nick Schneider, pesquisador da Universidade do Colorado em Boulder (EUA) e principal autor do trabalho.

    Mais:

    600 mil anos depois: pedra de Marte volta ao Planeta Vermelho em missão da NASA (FOTO)
    Misteriosa nuvem volta a surgir em Marte em fenômeno anual (FOTO)
    Ondas gigantes de areia são detectadas em movimento na superfície de Marte
    Tags:
    Marte, Planeta Vermelho, NASA, Projeto Maven, espaço, planeta
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar