05:17 29 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 90
    Nos siga no

    Arqueólogos israelenses descobriram várias ferramentas de pedra que nunca foram vistas antes em Israel, esculpidas usando uma técnica característica dos antigos habitantes da África.

    Foram descobertos artefatos de pelo menos 100 mil anos durante escavações perto da cidade de Dimona, leste de Israel, que foram esculpidos usando a técnica paleolítica de Núbia, conhecida como Levallois, relata o jornal The Jerusalem Post.

    As ferramentas de pedra já foram encontradas no continente africano, mas nunca em Israel. Esta descoberta oferece uma nova compreensão do caminho que nossos antepassados seguiram desde a África, enfatiza a Autoridade das Antiguidades de Israel.

    "Este método de processar pedra é atribuído a pessoas modernas que viveram na África Oriental entre 150 mil e 100 mil anos atrás, e que migraram de lá para o mundo inteiro", explicam os cientistas israelenses.

    Durante a última década, muitos locais núbios foram descobertos na Península Arábica. Este fato tem levado muitos estudiosos a acreditar que essa região foi a origem do êxodo dos humanos modernos da África.

    Descobertas encontradas durante escavações arqueológicas perto de Dimona, Israel
    Descobertas encontradas em Israel

    O local perto de Dimona, encontrado durante construção de painéis solares na área, é provavelmente o ponto mais setentrional da indústria Levallois, marcando a rota de migração da África para a Arábia, e de lá possivelmente para o deserto de Negev, sul de Israel, como foi assumido pela Autoridade de Antiguidades do país.

    A chamada técnica Levallois tem características únicas, que não pode ser confundida com nenhuma outra. Era um método bastante complexo de processar pedra, mas permitia o controle sobre o tamanho e a forma da ferramenta.

    Os antigos artesãos faziam lascas radiais ao longo das bordas, obtendo uma peça em forma de disco semelhante a concha de tartaruga, que eram frequentemente usadas como facas e pontas de flecha.

    Tags:
    Negev, The Jerusalem Post, África, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar