19:50 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 130
    Nos siga no

    Uma figura de argila de aproximadamente 3.200 anos, que foi recentemente descoberta por arqueólogos chineses, chamou a atenção dos internautas.

    Entretanto, a peça não chamou a atenção por sua importância histórica, mas, sim, por se parecer com um personagem do popular jogo Angry Birds.

    A peça é do tamanho de um punho, e representa um porco, que, segundo especialistas, é uma amostra "linda, realista e delicada" dos avanços dos padrões estéticos dos habitantes pré-históricos da região.

    ​Um porco de argila, que lembra [um personagem do] jogo Angry Birds, foi desenterrado em um assentamento de 5.000 anos próximo de Sanxingdui em Sichuan, anunciaram arqueólogos chineses nesta terça-feira [28].

    A descoberta ocorreu em um sítio arqueológico onde existiu um pequeno e antigo assentamento, nos arredores da cidade de Guanghan, na província de Sichuan.

    Os resultados da escavação foram anunciados nesta semana, segundo o Departamento de Cultura e Turismo de Sichuan, que compartilhou imagens de alguns dos objetos encontrados.

    Peça de argila de 3.200 anos parecida com um porco do jogo Angry Birds, descoberta por arqueólogos chineses
    Peça de argila de 3.200 anos parecida com um porco do jogo "Angry Birds", descoberta por arqueólogos chineses

    Pouco depois da notícia, internautas chineses começaram a relacionar o curioso objeto com o personagem animado.

    Além do curioso porco, os especialistas encontraram outros objetos, como uma placa de cerâmica com as figuras de uma fênix e um dragão esculpidas, que simbolizam boa fortuna.

    Peça de argila com uma fênix e um dragão esculpidos
    Peça de argila com uma fênix e um dragão esculpidos

    A pequena tribo provavelmente se originou há aproximadamente cinco mil anos e vivia muito próximo de Sanxingdui, um sítio arqueológico de uma antiga cidade cuja cultura existiu na Idade do Bronze.

    A equipe de pesquisa assegura a descoberta de rastros de atividade humana nessa região, bem como a aparição das dinastias Ming (1368-1644) e Qing (1644-1912).

    Os arqueólogos planejam escavar sete mil metros quadrados do sítio, sendo que já haviam estudado aproximadamente 4.500 metros quadrados.

    Mais:

    IMAGENS de camelos são descobertas esculpidas em presa de mamute de 13 mil anos na Sibéria
    Túmulo de 1.500 anos de oficial é descoberto na China (FOTOS)
    Fóssil de dinossauro jovem de 70 milhões de anos é descoberto no Alasca (FOTOS)
    Tags:
    sítio arqueológico, descoberta, China, arqueólogos, arqueologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar