03:32 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1123
    Nos siga no

    Pesquisadores de instituições do Reino Unido e da Alemanha criaram proteu, um elemento que conseguiria resistir a todas as tentativas de corte por uma ferramenta, menos sua camada externa.

    Uma equipe de cientistas das universidades britânicas de Durham, de Surrey e de Stirling, bem como dos institutos alemães de Fraunhofer, Wilhelm-Klauditz, Leibniz e de Plásticos e Economia Circular, desenvolveu um novo material com alta resistência a tentativas de corte, informa um comunicado da Universidade de Durham.

    Chama-se proteu, em homenagem ao filho do deus grego Poseidon, e suas propriedades únicas se devem a uma estrutura especial, que embota todas as ferramentas usadas para tentar cortá-la.

    O proteu é composto por células de alumínio que são preenchidas com esferas de cerâmica. Uma ferramenta de corte é capaz de penetrar a camada externa, mas quando atinge as esferas cerâmicas, a ferramenta se quebra. Os pequenos fragmentos que se formam se tornam mais duros e funcionam como uma poderosa lixa que desabilita qualquer instrumento. Os resultados do estudo foram publicados na revista científica Scientific Reports.

    Como apontam os cientistas por trás do novo material, o proteu pode ser usado para fazer cofres, fechaduras e armaduras leves. Dr. Stefan Szyniszewski, que liderou a pesquisa, também publicou uma página com um resumo e vídeos explicando os detalhes do processo.

    Mais:

    Encontrada 'nanotecnologia pré-histórica' de 20.000 anos em Israel (FOTO)
    Cientistas imprimem em 3D material mais resistente no mundo (FOTO)
    'OVNI do caso Nimitz usou material desconhecido para atingir supervelocidade', diz físico
    Tags:
    Alemanha, Reino Unido, Scientific Reports
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar