14:34 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2111
    Nos siga no

    Segundo a NASA, toda rocha espacial de diâmetro superior a 150 metros, e aproximando-se a menos de 7,5 milhões de quilômetros da Terra, é considerada potencialmente perigosa.

    Nesta terça-feira (21), o asteroide 2002 BF25 (de 97 a 220 metros de diâmetro) chegará a uma distância mínima da Terra de 3.608.000 quilômetros ou 0,02412 unidade astronômica (UA), informou a NASA.

    A abordagem mais próxima ocorrerá na quarta-feira (22), quando o corpo celeste 2020 NO, de diâmetro entre 12 e 26 metros, se aproximará a apenas 780.000 quilômetros (0,00519 UA) do nosso planeta.

    Na quinta-feira (23), será a vez do 2020 ON, que mede entre 48 e 110 metros de diâmetro e passará a 5.200.000 quilômetros (0,03472 UA).

    A maior rocha espacial que se aproximará do Planeta Azul é a 2020 ND (medindo entre 110 e 260 metros de diâmetro) e passará a uma distância mínima de 5.560.000 quilômetros (0,3723 UA) na sexta-feira (24).

    Ilustração artística de asteroides se aproximando da Terra
    © Foto / Pixabay / 8385
    Ilustração artística de asteroides se aproximando da Terra

    O 2020 NN será o último objeto espacial a se aproximar do nosso planeta nesta semana, no sábado (25). Dono de um diâmetro entre 35 e 78 metros, chegará a 0,04164 UA, ou seja, cerca de 6.230.000 quilômetros da Terra.

    Mais:

    Vida na Terra se recuperou rapidamente após queda de asteroide que extinguiu dinossauros
    NASA: asteroide massivo se aproxima da Terra e é classificado como 'potencialmente perigoso'
    NASA traz à tona 'quarteto ameaçador' de asteroides com 1 deles chegando mais perto que a Lua
    Tags:
    NASA, Terra, objeto interestelar, asteroide
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar