22:51 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    230
    Nos siga no

    Os líquidos tão abundantes no nosso planeta teriam chegado aqui primeiro cristalizados em cometas e meteoros que nasceram longe do Sistema Solar antes de caírem na Terra, mostra estudo japonês.

    Um novo estudo de cientistas japoneses questiona ideias atuais que cometas ou meteoros, vindos de fora da linha de neve, teriam trazido água para nosso planeta. As pesquisas, relatadas no portal Phys.org, mostram que o aquecimento da matéria orgânica interestelar poderia produzir água e até mesmo petróleo.

    Acredita-se que a maior parte da água foi trazida à Terra por cometas e meteoritos nascidos nas regiões externas do Sistema Solar, onde a temperatura é suficientemente baixa e os compostos voláteis são capazes de se cristalizar.

    No entanto, esta versão ainda não foi testada e outros mecanismos não podem ser descartados: em particular, a possibilidade de que moléculas de água se formem dentro da linha de neve, como sugerido por cientistas da Universidade de Hokkaido, Japão, em seu artigo publicado na revista científica Scientific Reports.

    Para realizar o experimento, cientistas recriaram um conjunto de substâncias orgânicas que se formam naturalmente em um ambiente interestelar através da radiação: água, amoníaco e monóxido de carbono.

    Em seguida, colocaram essas substâncias sob condições de temperaturas e pressões gradualmente crescentes. Verificaram então que a uma temperatura de cerca de 200 °C as amostras foram divididas em duas fases e a cerca de 350 °C apareceram as primeiras gotas de água, que aumentaram com o aquecimento posterior. A 400 °C também se formaram inclusões pretas de substâncias oleosas nas amostras.

    A análise espectral confirmou que as gotas transparentes são água quase pura e que, devido à sua composição, os óleos pretos são próximos ao petróleo.

    "Nossos resultados mostram que a matéria orgânica interestelar dentro da linha de neve é uma fonte potencial de água na Terra", afirmou o autor principal do estudo, o cientista planetário Akira Kouchi. "Além disso, a formação de petróleo abiótico que observamos sugere fontes de petróleo mais extensas para a Terra antiga do que se pensava anteriormente."

    Mais:

    Captadas imagens impressionantes de cratera cheia de gelo em Marte (VÍDEO)
    Satélite de Júpiter é melhor candidato para abrigar vida extraterrestre, acreditam cientistas
    Via Láctea poderia ter muitos mais planetas oceânicos, diz estudo
    Cientistas descobrem que bactérias terrestres sobrevivem e se multiplicam no espaço sideral
    Cientistas analisam meteorito e revelam segredo da formação da vida
    Tags:
    Scientific Reports, Phys.org, Japão, Sistema Solar, Terra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar