00:05 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 160
    Nos siga no

    Fotos publicadas recentemente de um sítio arqueológico em um distrito de Istambul, na Turquia, revelaram uma igreja escondida e uma fonte sagrada construída nos tempos do Império Bizantino.

    A igreja foi encontrada debaixo de um edifício em uma das ruas da cidade que antigamente se encontrava em pleno centro de Constantinopla (atual Istambul), que foi a capital do Império Romano do Oriente.

    Os tesouros encontrados no local incluem um belo pavimento de mosaico e uma pequena câmara subterrânea com um nicho, ambos divididos em dois setores diferentes – um em cima do outro.

    A seção superior, que fica um nível abaixo da rua, contém o pavimento de mosaico, bem como ruínas de uma estrutura desconhecida. Acredita-se que a descoberta remonta ao século V ou VI e estava localizada provavelmente nas imediações do Grande Palácio de Constantinopla.

    O outro achado, uma câmara arqueada com uma fonte, de acordo com as avaliações preliminares dos arqueólogos, remonta ao século XI ou XII.

    A seção inferior revela um nicho de uma antiga igreja bizantina decorado com u

    ma laje de mármore e uma pequena poça d'água.

    Logo acima do nicho se pode observar uma abertura na parede decorada com um afresco que retrata a Virgem Maria segurando o menino Jesus, escreve portal Greek Reporter.

    Os pesquisadores sugerem que a fonte sagrada pertenceu durante algum tempo ao mosteiro de Hodegon, no entanto a teoria é improvável, uma vez que o mosteiro fica localizado muito longe a leste.

    Mais:

    Arqueólogos descobrem na França sarcófago de chumbo selado de 1.500 anos (FOTOS)
    De 4.200 anos? Arqueólogos desvendam em Israel 'emoji' mais antigo do mundo (FOTO, VÍDEO)
    Arqueólogos descobrem na Turquia alfinete e jarro de perfume de 2.500 anos (FOTOS)
    Tags:
    Império Romano, civilizações antigas, arqueologia, igreja, Império Bizantino, Constantinopla, Turquia, sítio arqueológico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar