00:11 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 251
    Nos siga no

    Diversos vestígios arquitetônicos foram recentemente descobertos na província de Lorestã, localizada no oeste do país, anunciou o chefe do turismo local.

    Quatro pontes, uma estrada pavimentada, um moinho, partes de um castelo e, o mais importante, um petróglifo com inscrições em língua persa foram descobertos na cidade de Aligudarz, informou o chefe provincial do turismo, Seyyed Amin Qasemi, escreve o jornal Tehran Times.

    O petróglifo está gravado na rocha de uma montanha no final de uma estrada pavimentada. A inscrição contém a data de 1680 e seria da época da dinastia Safávida, para além de fornecer detalhes sobre o projeto de construção da estrada.

    Petróglifos encontrados na província iraniana do Lorestã
    Petróglifos encontrados na província iraniana do Lorestã

    A dinastia Safávida, que governou a Pérsia de 1501 a 1736, foi uma das mais importantes do país, muitas vezes considerada a que deu início à história iraniana moderna.

    O Lorestã era uma região habitada por povos indo-europeus iranianos por volta de 1.000 a.C.

    Anteriormente, arqueólogos israelenses encontraram evidências de arte rupestre sem precedentes em dólmens de 4.200 anos.

    Mais:

    Lugar de milagres bíblicos de 'Jesus alimentando os 5.000' é inundado durante escavação
    Arqueólogos descobrem na França sarcófago de chumbo selado de 1.500 anos (FOTOS)
    De 4.200 anos? Arqueólogos desvendam em Israel 'emoji' mais antigo do mundo (FOTO, VÍDEO)
    Tags:
    civilizações antigas, Idade Média, Irã, arte rupestre, arqueólogo, escavação, Oriente Médio, arqueologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar