03:47 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 80
    Nos siga no

    Os artefatos de pedra, considerados "excepcionalmente significativos" por arqueólogos, foram encontrados por acaso durante reforma de um hospital de Nova Gales do Sul, na Austrália.

    O achado teve lugar durante reforma do Hospital Base de Griffith, cidade do estado australiano de Nova Gales do Sul.

    A arqueóloga Jillian Comber, em declarações prestadas nesta quarta-feira (8) à ABC Australia, salientou a importância dos artefatos, por atestarem a presença de aborígenes na região há milhares de anos.

    "É excepcionalmente significativo e muito raro", afirmou a arqueóloga.

    No total, foram encontradas 271 pequenas ferramentas de pedra usadas para corte e raspagem.

    "Estas ferramentas eram utilizadas para cortar e raspar alimentos, cortar matéria vegetal, raspar e trabalhar madeira", explicou a arqueóloga.

    ​Centenas de artefatos 'excepcionalmente significativos' são encontradas na zona de reabilitação do Hospital Base de Griffith

    Comber opinou que também poderiam ter sido usadas para fazer escudos, canoas e coolamons – apetrechos de madeira para transportar água, alimentos ou até crianças.

    Acredita-se que as ferramentas de pedra, obtidas por lascamento bipolar, tenham pelo menos 2.000 anos.

    Em uma declaração conjunta, a autoridade de saúde regional e o Conselho das Terras Aborígenes de Griffith (LALC, na sigla em inglês) salientaram a importância da descoberta para a comunidade aborígene e para a história de Griffith.

    "Os artefatos contribuem para uma compreensão da ocupação aborígene da região e da forma de fabricação das ferramentas aborígenes", segundo o comunicado, citado pela ABC.

    As autoridades locais ainda não decidiram onde e como serão guardadas as ferramentas.

    A arqueóloga Camber recomendou que os artefatos sejam usados para fins educacionais, mas disse que caberá ao LALC de Griffith decidir, uma vez que as ferramentas pertencem à comunidade aborígene.

    Homem em trajo tradicional de aborígenes australianos na manifestação intitulada Braços Contra Violência Doméstica (Arms Against Domestic Violence) em Canberra, Austrália
    © REUTERS / Mick Tsikas
    Homem em trajo tradicional de aborígenes australianos na manifestação intitulada Braços Contra Violência Doméstica (Arms Against Domestic Violence) em Canberra, Austrália

    A autoridade anunciou, entretanto, a suspensão dos trabalhos de reforma do hospital para permitir escavações arqueológicas suplementares.

    Aborígenes são população nativa da Austrália provavelmente oriunda da África, tendo chegado há cerca de 65 mil ao continente australiano. No início do domínio britânico, os aborígenes corresponderiam a cerca de um milhão, falando 300 línguas diferentes.

    Mais:

    Arqueólogos creem ter solucionado mistério de pinturas rupestres aborígenes (FOTO)
    Desvendado mistério de artefatos de pesca de 5.000 anos bem conservados na Noruega (FOTOS)
    Artefatos surpreendentes do século XVII são encontrados em antigo quartel militar na Irlanda (FOTO)
    Tags:
    pedra, ferramentas, Nova Gales do Sul, arqueologia, artefatos, Austrália, aborígene
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar