07:49 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1170
    Nos siga no

    Vídeos criados a partir de imagens coletadas em órbita por naves espaciais podem nos dar visões deslumbrantes sobre o espaço que nos rodeia.

    O último vídeo da Agência Espacial Europeia (ESA) proporciona uma vista única de uma das crateras mais fascinantes de Marte.

    As imagens foram obtidas com recurso a uma câmera estéreo de alta resolução (HRSC) da Mars Express, nave espacial da ESA, durante um sobrevoo do Planeta Vermelho.

    Segundo informa o portal Universe Today, as imagens são tiradas normalmente apontando a câmera para a superfície. Depois, combinando-as com informações topográficas dos canais estéreo da HRSC, gera-se uma paisagem tridimensional, que é então gravada de diferentes perspectivas, como uma câmera de cinema, para renderizar o voo mostrado no vídeo.

    A cratera de Korolev tem 82 km de largura e pelo menos 2 km de profundidade. Bem preservada, está localizada na planície norte de Marte.

    O Universe Today chama a atenção para o fato de a brancura que se observa não ser neve, mas sim gelo de água.

    Sua parte central tem quase dois quilômetros de espessura de gelo durante todo o ano, sendo um dos maiores reservatórios de gelo não polar em Marte.

    O gelo de água está permanentemente estável na cratera de Korolev porque a parte mais profunda desta depressão atua como uma armadilha natural para o frio.

    Os cientistas da ESA explicam que o ar acima do gelo esfria e é, portanto, mais pesado em comparação com o ar ao redor: como o ar é um pobre condutor de calor, o monte de gelo está sempre protegido do aquecimento e da sublimação, refere o portal.

    A cratera foi batizada de Korolev em homenagem a Sergei Korolev (1907-1966), engenheiro russo projetista de naves espaciais e principal responsável pelo primeiro satélite feito pelo homem - o Sputnik em 1957 - bem como pelo primeiro voo espacial humano, o de Yuri Gagarin em 1961.

    As naves espaciais Soyuz – por ele concebidas – ainda hoje continuam em operação.

    Mais:

    NASA simula pôr do sol em planetas do nosso Sistema Solar em VÍDEO espetacular
    Núcleo planetário exposto orbitando estrela é registrado por astrônomos
    Asteroide encontrado orbitando Vênus dá pistas sobre asteroides semelhantes ao manto da Terra
    Tags:
    Planeta Vermelho, gelo, Marte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar