21:06 01 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 60
    Nos siga no

    A Agência Espacial Europeia afirmou em rede social que um cometa se aproximando da Terra pode ser mais perigoso do que os asteroides, embora a probabilidade de colisão seja pequena.

    Até o momento, já foram identificados cerca de 100 cometas cuja trajetória passa próximo ao nosso planeta.

    Contudo, a probabilidade de impacto é pequena. Por outro lado, cerca 23 mil asteroides voam regularmente próximo da Terra, sendo frequente o cruzamento destes com a órbita do planeta.

    Estes pequenos corpos celestes são compostos de gelo, poeira e rochas. Orbitando ao redor do Sol e, mesmo tendo tamanho similar ao dos asteroides, seu peso tende ser menor do que estes devido à menor densidade de seu material.

    Mesmo assim, a Agência Espacial Europeia alertou que tais corpos celestes podem ser mais perigosos do que um asteroide.

    Portanto, um cometa médio de determinado diâmetro poderia causar mais danos do que um asteroide médio do mesmo tamanho.

    Apesar da possibilidade dos danos, ainda em 2013 o portal Uol publicou um experimento feito pela Universidade do Havaí e pela Universidade da Califórnia, ambas nos EUA, em que foi estudada a possibilidade de um choque entre a Terra e um cometa ter produzido as condições para o desenvolvimento da vida.

    Mais:

    Cientistas sugerem amarrar asteroides 'assassinos' a outros menores para evitar colisões com Terra
    Astrônomos da NASA calculam pela 1ª vez perda de água em cometa interestelar (VÍDEO)
    Luz solar consegue quebrar rochas no asteroide Bennu, revelam FOTOS de sonda da NASA
    Tags:
    Agência Espacial Europeia (ESA), Espaço, Terra, asteroide, cometa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar