03:38 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1151
    Nos siga no

    Especialistas do Deutsche Bank consideraram quatro possíveis cenários, entre eles uma grande pandemia de gripe, uma erupção vulcânica catastrófica, uma explosão solar e guerra global.

    Durante a análise, os especialistas calcularam que a probabilidade de uma nova crise global nos próximos dez anos, seja ela causada por uma pandemia, uma guerra global ou um desastre natural, é de 33,5%, segundo o relatório "Depois da COVID: o próximo grande risco de cauda".

    "Os riscos de cauda, como a COVID-19, são felizmente raros em comparação com outros 'shocks' do mercado. No entanto, são mais frequentes do que a maioria das pessoas pensam, e as pandemias são apenas um exemplo", observam os especialistas, que consideram quatro cenários possíveis.

    Um deles é de que no mundo poderia ocorrer uma grande pandemia de gripe que mataria mais de dois milhões de pessoas (a probabilidade de ocorrência dentro de um ano é de 2%). O segundo cenário sugere que pode ocorrer uma erupção vulcânica catastrófica com índice de explosividade vulcânica de 7 graus (0,15% de probabilidade), enquanto que o terceiro prevê uma grande explosão solar (1,06%) e o quarto cita uma guerra global (0,625%).

    De acordo com a lei de distribuição binomial, se a probabilidade de que um evento ocorra durante um ano é de 2%, então dentro de uma década sua probabilidade de ocorrência será de 16,7%. Os eventos analisados pelo Deutsche Bank podem ser considerados como independentes, sendo possível adicionar suas probabilidades.

    Assistente médica cuida de paciente infectado pelo coronavírus na Espanha
    © AP Photo / Manu Fernandez
    Assistente médica cuida de paciente infectado pelo coronavírus na Espanha

    Sendo assim, a probabilidade de que algum deles ocorra antes de 2030 é de 33,5%. Em uma perspectiva de 20 anos a estimativa aumenta para 55,7%.

    Por sua vez, os especialistas não analisaram riscos tão extremos quanto o impacto de um asteroide, já que é considerado extremamente improvável. No entanto, um evento como esse não deve ser classificado como impossível.

    Os especialistas ressaltaram que o ano de 2020 demonstrou como uma pandemia global pode ser destrutiva, com muitas mortes, bloqueios de cidades e queda do PIB global.

    No caso de uma erupção vulcânica, além das mortes, o desastre limitaria drasticamente o tráfego aéreo e afetaria a temperatura global, que poderia diminuir devido à contaminação do ar pelas cinzas.

    Enquanto que uma poderosa explosão solar poderia causar falha dos sistemas de comunicação, além de causar danos na infraestrutura contemporânea vinculada à eletrônica.

    O cenário de uma guerra global foi considerado o menos provável, porém, a possibilidade não pode ser completamente descartada, já que as consequências seriam drásticas.

    Mais:

    Pandemia estaria debilitando o 'todo poderoso' dólar e economia dos EUA
    Teria a pandemia do coronavírus caráter sazonal? Cientistas opinam
    Ministro da Saúde do Chile renuncia após críticas à sua gestão da crise durante pandemia da COVID-19
    Tags:
    análise, erupção vulcânica, erupção solar, desastres naturais, pandemia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar