09:41 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Asteroides que poderiam hipoteticamente se aproximar perigosamente da Terra há muito tempo causam temores, mas uma nova pesquisa propõe uma maneira de evitar impactos potencialmente fatais.

    Depois de conduzir uma série de simulações computorizadas sobre o chamado "desvio por amarração", uma equipe de pesquisadores da Universidade da Flórida Central desenvolveu um mecanismo que explora cabos espaciais supersólidos para amarrar corpos potencialmente perigosos a outros pequenos que permanecem nas proximidades, de acordo com uma pesquisa publicada pela Springer Science+Business Media.

    O estudo sugere que o centro de massa mude quando os dois corpos são amarrados com cabos (normalmente usados em elevadores espaciais e para conexão de satélites), sustentando a esperança que o asteroide maior, que estaria indo em direção à Terra, seja desviado.

    Para testar a teoria na prática, a equipe usou o famoso asteroide Bennu, pois a rocha espacial possui uma das maiores classificações de risco de impacto com a Terra, além de ter uma inclinação relativamente baixa de órbita. Espera-se que Bennu voe para nosso planeta a partir de 2060.

    "Os resultados mostram em ambos os casos um claro aumento no desvio de órbita para amarrações mais longas", sugere o estudo de forma promissora. "Para amarrações três vezes mais longas, os valores dos desvios são de uma ordem 5 vezes maior do que para a amarração mais curta escolhida para as simulações."

    Asteroide Bennu
    © AP Photo / NASA/Goddard/Universidade do Arizona
    Asteroide Bennu

    Ultimamente, a NASA e seus parceiros internacionais examinam ativamente os céus em busca de asteroides potencialmente perigosos e os estudam para descobrir formas de desviar um corpo celeste que voa em direção à Terra antes de ele atingir nosso planeta. Até agora, cerca de um terço dos estimados 25.000 grandes asteroides, que se acredita estarem em rota de colisão com a Terra, já foram descobertos.

    Mais:

    Luz solar consegue quebrar rochas no asteroide Bennu, revelam FOTOS de sonda da NASA
    NASA avisa sobre chegada de mais asteroides nesta semana depois que último passou 'despercebido'
    Por que NASA planeja usar nave espacial contra asteroide?
    Tags:
    objeto interestelar, risco de colisão, corpo celeste, Terra, asteroide
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar