15:19 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 110
    Nos siga no

    A NASA advertiu sobre uma nova série de cinco asteroides que se aproximam da Terra nesta semana, e recordou sobre a necessidade de desenvolver sistemas de defesa planetária contra estes corpos celestes.

    O evento começou com dois asteroides, o 2013 XA22 e o 2020 KZ3, de 94 e 20 metros respectivamente, que passaram próximo de nosso planeta nesta segunda-feira (8), a distâncias de 2,9 milhões e 1,2 milhão de quilômetros, conforme a agência espacial norte-americana.

    A distância média entre a Terra e a Lua é de 385 mil quilômetros, pelo que o 2020 KZ3 não representa qualquer ameaça para o nosso planeta.

    O próximo, 2020 KY, que mede 20 metros de diâmetro, surgirá nesta quarta-feira (10) e passará a uma distância segura de 6,6 milhões de quilômetros.

    Ele será seguido por outro asteroide de tamanho semelhante, que se aproximará a 5,8 milhões de quilômetros na quinta-feira (11). No mesmo dia, outro asteroide de 18 metros passará a uma distância de 3,7 milhões de quilômetros.

    Embora nenhum dos cinco asteroides represente perigo, eles ainda podem ser considerados preocupantes, já que quatro deles foram detectados apenas em meados do mês passado, de maneira que, caso fossem uma ameaça à Terra, a Humanidade teria muito pouco tempo para se preparar para evitar o impacto ou desviá-los.

    É a segunda semana consecutiva que ao menos cinco asteroides passam próximo da Terra, algo que recorda a ameaça potencial que estes objetos representam para a Terra, assim como a necessidade de desenvolver um sistema de aviso prévio.

    Mais:

    NASA mostra 'terreno caótico' na superfície gelada de lua de Júpiter (FOTOS)
    NASA publica vista panorâmica de Mercúrio em cores (VÍDEO)
    NASA e Força Espacial dos EUA arquitetam plano de 10 anos contra asteroide 'cavaleiro do Apocalipse'
    Tags:
    NASA, corpo celeste, planeta, Terra, asteroide
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar