08:37 30 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    COVID-19 desafia mundo no início de junho (54)
    150
    Nos siga no

    Tomar uma medicação de baixo custo como famotidina pode ajudar na melhoria dos resultados do tratamento para pacientes com COVID-19 que não necessitam de hospitalização, segundo pesquisa realizada nos EUA.

    O estudo, publicado na revista Gut, envolveu a participação de dez pacientes com infecção por coronavírus que durante a doença tomaram famotidina – um medicamento usado contra azia.

    Melhora pós-tratamento

    Os especialistas avaliaram a gravidade dos cinco principais sinais da doença, como tosse, falta de ar, fadiga, dor de cabeça e perda de paladar e olfato.

    Enfatiza-se que, na maioria das vezes, os pacientes tomavam uma dose de 80 miligramas do medicamento três vezes ao dia por uma média de 11 dias.

    "Os resultados desta série de casos sugerem que a alta dose de famotidina oral é bem tolerada e associada a melhores resultados relatados pelos pacientes não hospitalizados com COVID-19", lê-se na conclusão da pesquisa.

    Todos os dez pacientes relataram que, após tomar a famotidina, começaram a se sentir melhor. A avaliação geral dos sintomas melhorou significativamente durante as primeiras 24 horas.

    Contudo, os pesquisadores notaram que não é possível confirmar a eficácia da ingestão de famotidina devido a dados insuficientes.

    Profissionais de saúde em equipamentos de proteção desinfectam seus postos de trabalho no atendimento de emergência à medida que a propagação da doença do coronavírus (COVID-19) continua, no Hospital Universitário Infanta Sofia, em Madri, Espanha, 8 de maio de 2020
    © REUTERS / Susana Vera
    Profissionais de saúde em equipamentos de proteção desinfectam seus postos de trabalho

    Anteriormente, o Dr. Kevin Tracey, presidente do Instituto Feinstein de Pesquisa Médica (EUA), falou sobre o início de testes clínicos da famotidina para o tratamento de pacientes com coronavírus, acrescentando que, se o remédio funcionar, poderá ser usado em qualquer lugar, pois é "universal, barato e tem muito".

    Tema:
    COVID-19 desafia mundo no início de junho (54)

    Mais:

    Rússia aprova 1º medicamento contra COVID-19
    Vacina para coronavírus em forma incomum está em desenvolvimento na Rússia
    Médico revela método mais eficiente para escapar da COVID-19
    Tags:
    tratamento, novo coronavírus, COVID-19, remédio, medicação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar