14:58 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 51
    Nos siga no

    A origem de um broche de 1.100 anos encontrado em um campo britânico seguirá sendo "um mistério", que provavelmente nunca se resolverá.

    O pequeno disco de prata do final do século IX foi descoberto em um campo em Great Dunham, no condado de Norfolk, no Reino Unido, durante o plantio de um jardim no meio da terra.

    A procedência desta terra é desconhecida e, portanto, será impossível determinar a origem da descoberta surpreendente.

    O disco de prata do final do século IX foi descoberto em um campo em Great Dunham, Norfolk

    O Museu Britânico, uma referência internacional em termo de artefatos da antiguidade, declarou que a descoberta é de "importância nacional".

    O broche foi encontrado por "caçadores" de objetos perdidos em 9 de maio de 2019. Inicialmente, acreditava-se que a peça fosse da época Vitoriana, e arqueólogos locais foram chamados.

    A peça, de 7 centímetros de diâmetro, apresenta uma cruz com braços côncavos em uma salamandra. Está decorada com animais e com um alfinete na parte traseira.

    Durante a escavação, arqueólogos encontraram um arador do século XIX enterrado a uma profundidade maior que o broche. Este achado sugere que a peça foi depositada de outro lugar.

    "Creio que agora seria difícil rastrear a procedência do broche. Creio que seguirá sendo um mistério", expressou à BBC o arqueólogo Steven Ashley.

    Mais:

    Descobertas 10.000 relíquias de ouro da dinastia Ming na China (FOTOS)
    Arqueólogo descobre 27 sítios maias de 3.000 anos graças a mapa on-line gratuito (FOTOS)
    'Descoberta do século': arqueólogos desenterram no Japão muralha de castelo do século XVI (FOTOS)
    Tags:
    Reino Unido, história, arqueologia, antiguidade
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar