21:48 01 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 131
    Nos siga no

    O objeto em questão está orbitando um possível planeta anão a uma distância de aproximadamente dois mil quilômetros, ou seja, uma distância muito menor que a existente entre a Terra e a Lua.

    Os astrônomos que estudam os confins do nosso Sistema Solar descobriram um intrigante corpo celeste orbitando um possível planeta anão, segundo a revista Science Alert.

    Utilizando a técnica de ocultação, o alvo da observação era o planeta anão 2002 TC302, que em cálculos anteriores possuía 584 quilômetros de diâmetro. Porém, em uma ocultação em janeiro de 2018 foi calculado um diâmetro de 500 quilômetros.

    No entanto, o estudo revelou a existência de outro corpo celeste, de aproximadamente 200 quilômetros de diâmetro, que estaria orbitando o 2002 TC302 a uma distância de dois mil quilômetros, que é muito menor que a distância entre a Terra e a Lua (aproximadamente 384 quilômetros).

    Caso a descoberta seja confirmada, pode ajudar os cientistas a compreender a formação do Sistema Solar, bem como dos objetos espaciais. Como as coisas pouco mudaram no Cinturão de Kuiper, a região é considerada uma cápsula do tempo.

    Mais:

    NASA publica vista panorâmica de Mercúrio em cores (VÍDEO)
    NASA mostra 'terreno caótico' na superfície gelada de lua de Júpiter (FOTOS)
    NASA e Força Espacial dos EUA arquitetam plano de 10 anos contra asteroide 'cavaleiro do Apocalipse'
    Tags:
    astrônomo, estudo, descoberta, lua, espaço, Sistema Solar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar