20:09 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Avanço da pandemia de COVID-19 em meados de maio (112)
    1341
    Nos siga no

    O médico russo Aleksandr Miashnikov compartilhou no aplicativo de mensagens instantâneas Telegram vários conselhos para garantir uma proteção efetiva contra o coronavírus.

    O primeiro e mais importante ponto que deve ser considerado não é o uso de luvas ou máscaras, mas o respeito ao distanciamento social. Se a distância não for mantida, nenhuma das outras precauções é eficiente.

    "Aprenda a calcular a distância para evitar encontros próximos. Se lembre: se não for respeitado o distanciamento social, se não for mantida a distância, nenhuma máscara o ajudará ou protegerá", alerta o especialista.

    Miashnikov aproveita para salientar que não devemos confiar em máscaras como medida de proteção de quem a leva.

    "As máscaras são uma medida de proteção individual, mas não para sua proteção. São uma medida de proteção alheia. A COVID-19 se contagia no período assintomático e pode ser que a pessoa não saiba que é contagiosa. Porém, todos devemos usar máscaras, para proteger o restante", aclara o médico.

    Por último, o doutor insiste que a função real das luvas não é deter o vírus, mas sim evitar que a pele entre em contato com produtos de desinfecção usados tão frequentemente. Esta medida não é efetiva se continuarmos a tocar nossos rostos.

    Tema:
    Avanço da pandemia de COVID-19 em meados de maio (112)

    Mais:

    Como coronavírus mudaria realidade e criaria mundo novo em nosso redor?
    Pandemia do coronavírus faz disparar vendas de bunkers nos EUA
    Brasil tem mais de 240 mil infectados por coronavírus
    Tags:
    pandemia, luva, máscara, médico, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar