21:50 30 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1221
    Nos siga no

    Arqueólogos israelenses descobriram uma rara moeda de bronze no território da Cidade Velha de Jerusalém da época da rebelião de Simão Barcoquebas contra os romanos. Trata-se de um símbolo da resistência.

    No total, são conhecidas apenas 22.000 moedas encontradas na região. Esta moeda é a quarta, que não apenas faz referência ao período da rebelião de Simão Barcoquebas, como também seria o símbolo da resistência, conforme o The Jerusalem Post.

    Surgiu ao redor de 132 d.C. sob o comando do imperador Adriano, depois que os romanos estabeleceram sua colônia na área e ergueram um santuário dedicado ao deus Júpiter no Monte do Templo. Na ocasião, a rebelião foi uma tentativa de restaurar o Estado judeu, porém foi esmagado em 136 d.C.

    O principal objetivo dos rebeldes era a captura de Jerusalém, porém não conseguiram conquistar a cidade.

    Os arqueólogos acreditam que os rebeldes tenham falhado devido ao fato de terem encontrado apenas uma pequena quantidade de moedas, sendo que uma delas foi encontrada pela equipe.

    A característica que faz com que a moeda seja extremamente rara é a presença de duas inscrições nela. De um lado, há a palavra "Jerusalém" escrita em hebraico, e do outro lado, "Segundo ano da liberdade de Israel".

    Além disso, podem ser vistos um cacho de uvas e palmeiras, mesmo esses símbolos sendo comuns nas moedas da região.

    De acordo com o arqueólogo Donald Avi Ariel, durante a época de Barcoquebas, as moedas eram utilizadas não apenas como meio de pagamento, mas também como ferramentas de propaganda. Além de ser uma das formas mais eficazes de notificar os cidadãos sobre mudanças importantes, como a mudança de governante.

    "Essa prática era utilizada principalmente para as moedas de prata, enquanto as moedas de bronze, que eram menos valiosas, eram utilizadas frequentemente nas mudanças econômicas. Durante o período asmoneano, os judeus não pegavam suas próprias moedas de prata. Foram pegas pela primeira vez em Jerusalém durante a primeira revolta judaica contra os romanos entre os anos de 66 e 70", afirma Ariel.

    Foi nesse momento que os rebeldes pela primeira vez tentaram se declarar com ajuda de moedas: "Estamos aqui, uma nação independente dos romanos."

    Entretanto, o fato que intriga todos é sobre como e quando entrou este artefato no território da Cidade Velha de Jerusalém, aonde os rebeldes nunca chegaram.

    Mais:

    Obras de arte 'invisíveis' são descobertas em antigo templo egípcio
    'Fera louca': descoberto no Madagascar mamífero que viveu há 66 milhões de anos (FOTOS)
    Cientistas teriam descoberto lugares mais protegidos de radiação para astronautas em Marte (FOTO)
    Tags:
    descoberta, moeda, arqueologia, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar