04:05 30 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 60
    Nos siga no

    As futuras missões tripuladas a Marte podem depender de tubos de lava extintos subterrâneos para proporcionar abrigo contra a radiação no Planeta Vermelho.

    Assumindo que as missões tripuladas de Artemis da NASA à Lua corram bem, poderíamos ver um impulso de enviar uma missão tripulada para Marte dentro de uma década, a partir de 2030.

    Naturalmente, em primeiro lugar deverão ser resolvidas algumas questões, e uma das mais importantes é saber onde irão viver os astronautas depois de chegar ao planeta. Um estudo recente sugere que as casas pré-fabricadas já podem estar esperando pelas primeiras pessoas quando cheguem lá, desde que saibam onde procurar.

    Atualmente Marte é um planeta frio, seco e relativamente tranquilo, mas no passado o planeta era um lugar geologicamente muito mais ativo. Os cientistas já encontraram evidências da existência de enormes tubos de lava mesmo por baixo da superfície, e as áreas onde o solo deslizou mostram como são grandes e extensos.

    Em um recente estudo, pesquisadores analisaram as possibilidades de usar tubos de lava ocos em Marte como abrigo da radiação, escreve portal Live Science.

    ​Estes tubos de lava podem ser o lugar mais seguro para exploradores viverem em Marte. A imagem acima mostra vista aérea de uma cadeia de crateras que esconde no seu interior um tubo de lava em Novo México (EUA) e uma formação semelhante em Marte é mostrada na imagem abaixo.

    Na Terra, um poderoso escudo magnético, conhecido como magnetosfera, nos protege da radiação agressiva do espaço. Ao contrário do nosso planeta, em Marte não existe tal proteção, o fluxo constante de radiação danificaria nossas células e DNA, com consequências graves para nossa saúde.

    A Bacia Hellas, em Marte é considerada um dos lugares mais seguros para "acampamento" dos primeiros exploradores marcianos. O lugar por si só oferece algumas vantagens de proteção. As sondas da NASA revelaram que as regiões que recebem mais radiação são os polos.

    A Bacia Hellas se encontra próxima do equador do planeta, e entre todos os ambientes marcianos esta bacia de impacto é uma das mais baixas com cerca de 7.152 metros de profundidade. O fundo das bacias recebe aproximadamente menos 50% de radiação que as regiões mais elevadas de Marte.

    A fim de testar sua teoria, a equipe de cientistas analisou tubos de lava localizados no sudoeste dos EUA, descobrindo um "efeito significativo de proteção contra radiação" providenciada por tais estruturas geológicas.

    Mais:

    Moléculas de 4 bilhões de anos são descobertas em meteorito de Marte (FOTOS)
    Rio que teria fluído por mais de 100.000 anos pode ser 1ª prova da existência de vida em Marte
    Por que campo magnético de Marte existiu e depois desapareceu?
    Tags:
    lava, Terra, radiação, astronautas, NASA, Sistema Solar, Marte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar