19:56 05 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 20
    Nos siga no

    As bolas de fogo incandescentes provenientes da chuva de meteoros Líridas que atingiu o pico entre os dias 21 e 22 de abril foram visualizadas pela rede de câmeras All-sky Fireball Network da NASA.

    Um vídeo gravado por 17 câmeras espalhadas em várias localidades nos Estados Unidos mostra meteoros Líridas assim que objetos luminosos acendem céu antes do sol nascer.

    A chuva de meteoros ocorre todo ano, no mês de abril, quando a Terra recebe a passagem de destroços deixados pelo cometa Thatcher, oficialmente conhecido como C/1861 G1 Thatcher.

    Os primeiros registros da chuva de meteoros são de 2.700 anos atrás, tornando o fenômeno um dos mais antigos espetáculos de meteoros conhecidos, informam oficiais da NASA.

    "Neste ano, a lua nova deixando o céu escuro irá abrir caminho para que meteoros Líridas sejam bem visualizados, enquanto, a quantidade de objetos vistos no céu por hora pode ser baixa, o fenômeno é conhecido por criar bolas de fogo luminosas, e neste ano é esperada uma taxa de até 15 meteoros por hora", afirmou a NASA em comunicado.

    Coincidência ou não, em 2020, o pico deste fenômeno coincidiu com o Dia da Terra, comemorado na quarta-feira (22) e com a Semana Internacional do Céu Escuro, quando observadores do céu do mundo inteiro se deleitam com o esplendor do firmamento noturno.

    Mais:

    'Meteoro' produz clarão na Malásia e pega NASA de surpresa (VÍDEO)
    Explosão de meteoro na Croácia é captada por câmera veicular (VÍDEO)
    Meteoro 'superaquecido' teria destruído primeiras aldeias da Terra há 10.000 anos
    Tags:
    Terra, astronomia, fenômeno astronômico, Espaço, bola de fogo, NASA, meteoros
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar