02:19 29 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)
    9270
    Nos siga no

    Vladimir Prokopenko, alergologista e imunólogo russo, considera que uma cura para a doença chegará, mas que o vírus pode se deslocar entre diferentes órgãos humanos, seja com ou sem sintomas.

    Uma cura completa para a COVID-19 é bem possível, mas o que acontece com o vírus no corpo humano é um mistério, disse o alergologista e imunologista Vladimir Prokopenko.

    Ainda não foi estudado se o vírus permanece no organismo de uma pessoa recuperada, relatou o médico em entrevista á Rádio Sputnik.

    "É possível que a pessoa tenha adoecido e que, quando retiramos a amostra da nasofaringe para o teste, descobrimos que ela está curada. Entretanto, o vírus pode ter deixado a nasofaringe e permanecido nos pulmões ou em alguns outros órgãos, como acontece com outros vírus", assinala.

    "Será mesmo assim? Essa é uma pergunta à qual ainda não podemos responder hoje, pelo menos não em menos que seis meses ou um ano", explicou Prokopenko.

    A permanência de vírus no corpo de uma pessoa após uma doença pode nem sempre ser perigosa, comentou o imunologista à Rádio Sputnik. Ele especificou que ainda falta ver o que acontece com o coronavírus após a recuperação.

    "Estes vírus podem ter várias formas de coabitação com o corpo humano. Eles podem se tornar vírus que vivem no corpo e não trazem doenças, como muitos, muitos outros vírus que causam infecção respiratória viral".

    "Saber se este vírus se torna um dos coabitantes do corpo humano ou se deixa o corpo completamente e a cada novo golpe causa doenças, essas são questões que a ciência moderna da virologia e da imunologia enfrentam e serão discutidas. O nosso trabalho é dar as respostas", aponta Vladimir Prokopenko.

    Tema:
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)

    Mais:

    Cientistas chineses alertam para estirpes de coronavírus '270 vezes mais fortes' que as mais fracas
    Como fator genético pode ser causa de casos graves inexplicáveis da COVID-19?
    Coronavírus pode sobreviver por muito tempo a altas temperaturas, revela estudo
    Medicamentos para hipertensão arterial são eficazes para tratar COVID-19, dizem cientistas chineses
    Tags:
    Rádio Sputnik, Sputnik, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar